LATAM inicia devolução dos Boeings 777

Conforme reportamos em primeira mão em setembro do ano passado, a LATAM continua a sua renovação de frota com a retirada do Boeing 777 da companhia, que se iniciou na data de ontem.




A aeronave de matrícula PT-MUI decolou do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte ontem na parte da tarde rumo à Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Lá a aeronave deverá passar por manutenção e aceitação de devolução por parte do lessor (banco/empresa que compra a aeronave e aluga a mesma para a companhia aérea).

Segundo fontes próximos da companhia aérea, os Boeings mais novos irão para o exterior devido ao seu custo de leasing alto, que segundo a DBS Group Research seria em torno de R$1 milhão de dólares por mês (em valores de 2014) para um Boeing 777-300ER com quase cinco anos de uso como é o caso do PT-MUI, que já tem 15.466 horas de voo e 1.791 ciclos (1 ciclo = 1 decolagem + 1 pouso).

E como previsto no relatório para investidores da LATAM, outra aeronave 777 deverá deixar a frota este ano, e tudo indica que será o PT-MUJ. Inclusive a aeronave que deixou o país ontem já está listada como disponível para aluguel no site do lessor, a BBAM Aircraft Leasing & Management. Caso seja do seu interesse alugar a aeronave, contate S. Zissis através do e-mail info@bbam.com ou pelo telefone  +1 415 486 6100.

No próximo ano mais três 777-300ER deverão deixar a frota da LATAM, restando cinco aeronaves. Estes cinco Boeings irão passar por uma completa reforma do interior em Cingapura até o próximo ano, e ficando na companhia até a chegada de boa parte dos Airbus A350-1000 encomendados, algo estimado em 2025.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Novas regras de voo para aeronaves experimentais entra em consulta pública

0
Iniciativa do Voo Simples, IS 91.319 regulamenta as condições de sobrevoo de áreas densamente povoadas em regiões onde a operação é permitida.