Início Empresas Aéreas LATAM proíbe algumas máscaras nos voos, incluindo de tecido e com válvula

LATAM proíbe algumas máscaras nos voos, incluindo de tecido e com válvula

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A LATAM Airlines mudou sua política quanto ao uso de máscaras pelos passageiros em seus voos e proibiu alguns tipos de materiais.

Divulgação – LATAM

A nova regra da empresa já consta das políticas em seu site e proíbe máscaras com válvula (aquela parte de plástico na lateral da máscara industrial), com tecidos sobrepostos de fios de lã, echarpe, bandanas de pano e protetores bucais de plástico, aqueles transparentes que não são classificados como eficientes por autoridades de saúde, como a Anvisa ou o CDC dos EUA, para uso em aviões.

No que tange as máscaras de tecido, não estão muito claras as restrições, mas apontam que máscaras de lã, como de crochê ou mesmo de renda, não serão aceitas. Teriam que ser um tecido sem furos, com uma costura mais junta, sem espaços.

A medida da empresa latina segue a da Lufthansa e outras empresas pelo mundo, que estão focando em máscaras mais eficientes, após estudos apontarem a baixa eficiência de alguns modelos e também a maior disponibilidade das máscaras no mercado após a falta delas no ano passado.

Segundo a LATAM, em todos seus voos, domésticos ou internacionais, serão aceitos passageiros que estiverem utilizando apenas estas máscaras:

– Máscaras Cirúrgicas;

– FFP2 (KN95) sem válvulas;

– FFP3 (N95) sem válvulas.

– Máscaras de pano (Sem válvulas).

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile