LH-8406: Acontece hoje o primeiro voo comercial de carga movido a bio-combustível

Avião Lufthansa Cargo Boeing 777F Human Cargo Care
Imagem: Lufthansa Cargo

Nesse domingo, 29 de novembro de 2020, um voo cargueiro decolou pela primeira vez na história da aviação comercial, cujas necessidades de combustível serão totalmente atendidas pelo conceito Sustainable Aviation Fuel (SAF) ou Combustível de Aviação Sustentável. Esse é o primeiro voo cargueiro de tais características, que deve se tornar uma premissa básica num futuro não muito distante.

Em voo

O Boeing 777F da Lufthansa Cargo decolou de Frankfurt para Xangai às 8h10, horário local, sob o número de voo LH8406 e, no momento em que essa matéria foi escrita, sobrevoava o território russo. É possível acompanhar o voo em tempo real no FlightRadar24.

Imagem FlightRadar24

Este primeiro voo de carga neutro em CO2 foi possível graças à cooperação entre a DB Schenker e a Lufthansa Cargo. O provedor de serviços de logística e a empresa de frete aéreo transportarão neste voo mercadorias da Siemens Healthineers AG, entre outras.

Ministro dos Transportes e Infraestrutura Digital Scheuer: “Mesmo na crise mais severa que já atingiu a aviação, a Lufthansa Cargo e a DB Schenker estão seguindo com sua responsabilidade pela proteção climática e estão operando seu primeiro voo com alternativas sustentáveis combustível. Este é um sinal importante agora de que as empresas estão olhando para o futuro apesar de todas as preocupações e estão tomando medidas importantes para tornar a aviação mais sustentável”.

O que é combustível sustentável

O Combustível de Aviação Sustentável (SAF) refere-se ao querosene sintético sustentável. Atualmente, é produzido principalmente a partir de biomassa, por exemplo, de óleos vegetais e de cozinha sustentáveis ​​ou recicláveis. No futuro, combustíveis renováveis ​​não baseados em plantas também estarão disponíveis. O processo de produção mais conhecido para isso é o chamado conceito de “energia para líquido” (PtL) baseado em eletricidade renovável, água e CO2.

Com o uso do SAF, as emissões fósseis de CO2 de um voo com querosene convencional são totalmente evitadas. Durante a combustão no motor, é liberado apenas o CO2 que foi previamente removido da atmosfera, por exemplo, durante o crescimento das plantas. O SAF é, portanto, a primeira alternativa real ao combustível fóssil de aviação e a chave para um tráfego aéreo neutro em CO2 e amigo do clima.

Além disso, a DB Schenker e a Lufthansa Cargo também estão utilizando um projeto de reflorestamento para compensar as emissões de CO2 e outros gases de efeito estufa que resultam da produção da biomassa, processamento e transporte do SAF. Isso garante que os voos sejam totalmente neutros em termos de gases do efeito estufa.

Misturado

O SAF utilizado pode ser adicionado ao querosene convencional como combustível e, portanto, é prático para o uso diário, sem a necessidade de ajustes na aeronave e na cadeia de logística de abastecimento. Por esta razão, uma quantidade de SAF correspondente às necessidades de combustível para os voos de Frankfurt a Xangai e vice-versa é alimentada no sistema de reabastecimento do Aeroporto de Frankfurt. Cada aeronave posteriormente reabastecida recebe uma pequena quantidade de SAF.

A DB Schenker e a Lufthansa Cargo concordaram em novembro de 2020 de trocar opiniões sobre questões ambientais e promovê-las em conjunto, incluindo o abandono dos combustíveis fósseis no transporte aéreo de carga. Ambas as empresas oferecerão regularmente frete aéreo neutro de CO2 como um produto para a indústria de transporte a partir do próximo verão.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Homem voa com 74 camaleões em meias e potes de sorvete...

0
Um homem tentou contrabandear os 74 camaleões, escondendo os animais em meias e potes de sorvete em sua bagagem.