Liderada por Coca, Boliviana vai modernizar frota com 5 B737 e 2 A330

A estatal Boliviana de Aviación (BOA) trabalha na aquisição, através de leasing financeiro, de sete novas aeronaves para fortalecer sua frota, sendo cinco Boeing 737-800 e dois Airbus A330 para 278 passageiros, disse o Ministro de Obras Públicas, Oscar Coca, nesta quarta-feira (21).

Em uma conferência de imprensa, Coca explicou que, se a aquisição dos dois Airbuses for concluída, a primeira unidade chegará ao país em dezembro e a segunda em janeiro de 2020, para cobrir rotas internacionais para Miami (Estados Unidos) e Madrid (Espanha).

Coca explicou que a incorporação das sete aeronaves é parte do plano do governo para melhorar o serviço e fortalecer as operações da companhia aérea. A frota de BOA tem atualmente 23 aeronaves, com média de 22 anos de idade.

Também disse que a possibilidade de aumentar o salário dos pilotos da BOA foi aprovada em 25%, para evitar a fuga de pessoal treinado, tendo em conta que os salários desses profissionais em outros países são muito mais elevados do que na Bolívia.

Informações do Opinion

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.