Lufthansa anuncia a rota de estreia do Boeing 787 Dreamliner em sua frota

Concepção gráfica do 787 da Lufthansa – Imagem: Lufthansa

A companhia alemã Lufthansa anunciou hoje, 7 de setembro, que acabou de confirmar qual será o destino que terá a honra de receber o voo de estreia do avião Boeing 787 Dreamliner nas operações comerciais da empresa.

Com a expectativa de que a primeira entrega de seus Dreamliners acontecerá antes do Natal de 2021 – mesmo diante dos problemas enfrentados pela Boeing em relação ao modelo-, a alemã publicou hoje em redes sociais a revelação da cidade escolhida.

Segundo o comunicado, a empresa aérea afirma: “Notícias empolgantes da equipe “Dreamliner” da Lufthansa: O primeiro destino para o nosso Boeing 787-9 será YYZ – Toronto Pearson com serviço do Aeroporto de Frankfurt”.

Portanto, o Aeroporto Internacional Lester B. Pearson, na cidade de Toronto, Canadá, será o primeiro local fora da Alemanha a conhecer o novo integrante de última geração da frota da empresa alemã.

O 787 na Lufthansa

A história do Boeing 787 na Lufthansa começou em março de 2019, quando o conselho supervisor do Grupo Lufthansa aprovou a compra de 20 novos aviões do modelo 787-9, juntamente a outros também 20 jatos Airbus A350-900, com entregas previstas entre o fim de 2022 e 2027. O objetivo é a substituição dos aviões de longo alcance dotados de quatro motores, já que essa nova geração de bimotores é altamente econômica.

As 20 encomendas do Dreamliner, além de outras 20 opções de compra, são destinadas a várias companhias do Grupo, porém, ao menos algumas unidades já foram confirmadas pela empresa como indo especificamente para a frota da Lufthansa.

Depois, em maio deste ano 2021, aproveitando-se dos preços reduzidos no mercado de compra e venda de aviões comerciais, a empresa alemã informou que adquiriu mais cinco jatos Boeing 787-9 Dreamliner que nunca foram usados, embora já tinham sido produzidos há algum tempo e estocados por conta da crise aérea. Mais uma vez, no mesmo momento, também encomendou número igual dos Airbus A350-900.

Diante da compra dos cinco exemplares já produzidos do Dreamliner, no mês passado, em entrevista com analistas, o CEO do grupo alemão Carsten Spohr afirmou: “Com o 787, ainda presumimos que o primeiro virá neste inverno. Eu ainda espero que ele venha antes do Natal. Em seguida, o avião será saudado com um voo especial.”

Por fim, também neste último mês de agosto, o Grupo Lufthansa, através de seu centro de treinamentos Lufthansa Aviation Training (LAT), anunciou que se tornou o cliente lançador do novo dispositivo de treinamento de voo (FTD – Flight Training Device) de última geração de Boeing 787 da L3Harris Technologies que, juntamente com um pedido adicional de um Full Flight Simulator (FFS) de Boeing 787, oferecerá a melhor solução da classe em suas instalações de treinamento de pilotos em Frankfurt.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Em nota, Azul diz o que ofereceu pela Latam e que...

0
A Azul emitiu uma atualização ao mercado sobre os recentes eventos acerca da proposta de combinação de negócios com a LATAM.