Início Empresas Aéreas Lufthansa Cargo adicionará o décimo 777F, o primeiro deles usado

Lufthansa Cargo adicionará o décimo 777F, o primeiro deles usado

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um dia após a Lufthansa Cargo anunciar que alcançou o melhor resultado em seus 26 anos de história, com a receita aumentando 11%, a empresa diz que vai dar um passo extra para acelerar seu crescimento, com a incorporação do décimo Boeing 777F à sua frota, o primeiro deles que não virá direto da fábrica. A origem da aeronave ou o operador anterior ainda não foram divulgados.

Além das capacidades de carga da Lufthansa, Austrian Airlines, Brussels Airlines, Eurowings e SunExpress, a companhia aérea de carga fornecerá aos seus clientes a capacidade de quatorze cargueiros de grande porte no futuro próximos, sendo quatro deles do modelo MD-11F. O trijato já era para ter sido aposentado, mas a empresa decidiu mantê-lo por mais tempo, por conta da alta demanda.

O futuro Boeing 777F está programado para chegar a Frankfurt no outono de 2021 e ficará baseado lá. 

Em um ambiente extremamente desafiador para toda a indústria da aviação, a subsidiária de logística do Grupo Lufthansa conseguiu manter suas conexões globais com aeronaves de carga. A fim de compensar, pelo menos em parte, a perda de capacidade de carga na barriga dos jatos de passageiros, a Lufthansa Cargo, juntamente com as companhias aéreas do Grupo Lufthansa, Austrian Airlines, Brussels Airlines e Eurowings, disponibilizou centenas de voos com aeronaves de passageiros exclusivamente para o transporte de mercadorias (os chamados “preighters”).

Sair da versão mobile