Lufthansa dá bônus de 35 mil euros a pilotos de Airbus A380, para que não mais voem

Airbus A380 – Imagem: Lufthansa

Enquanto a grande companhia aérea alemã Lufthansa volta atrás em seus planos de aposentadoria dos quadrimotores Airbus A340-600 e Boeing 747-400, colocando algumas unidades de volta à ativa após anúncios oficiais de que não mais os utilizaria, aparentemente os enormes Airbus A380 de sua frota não terão a mesma chance de uma sobrevida operacional.

A transportadora aérea está colocando em prática um programa de aposentadoria antecipada, em que seus pilotos a partir de 55 anos podem voluntariamente participar, ao invés de aguardar até a idade mínima padrão. Porém, no caso específico dos pilotos do A380, o maior avião de passageiros do mundo, há um bônus especial para incentivar sua participação.

A informação é do portal alemão aero.de, que teve acesso a um documento interno enviado pela Lufthansa a seus tripulantes. Segundo o comunicado, os pilotos “do tipo Airbus A380 que deixará de ser utilizado pela Lufthansa” receberão um bônus especial de 35.000 euros (cerca de 218 mil reais) pela participação no programa de voluntariado.

Em suas últimas publicações de projeção operacional destinadas ao mercado financeiro, a companhia seguia colocando uma observação especial ao A380, em que indicava que o modelo está em “estocagem de longo prazo”, enquanto aos demais modelos, como o A340 e o 747-400, ela apenas sinalizava que seriam retirados de serviço.

Agora, essa mais recente movimentação interna parece indicar que a empresa não quer seguir tendo, em suas despesas operacionais, o alto custo dos pilotos seniores do gigante até que os jatos sejam definitivamente tirados da estocagem para a retirada da frota alemã.

Ainda segundo o aero.de, além dos pilotos do A380, o total de tripulantes de toda a frota que estão acima de 55 anos – portanto, elegíveis à aposentadoria antecipada – é de cerca de 850 pilotos, com uma estimativa de dispêndio de 24 milhões de euros para custear o programa.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias