Início Empresas Aéreas Lufthansa está enviando seus últimos A380 para estocagem e sem previsão de...

Lufthansa está enviando seus últimos A380 para estocagem e sem previsão de volta

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A companhia aérea alemã Lufthansa informou que começará a enviar, a partir dos próximos dias, os últimos Airbus A380 que ainda estão sendo mantidos em sua base de Frankfurt, para “armazenagem de longo prazo”, sem data de retorno. A medida atende ao informado aos investidores em um plano de reajustamento da empresa no relatório de resultados do 3º trimestre de 2020.

Segundo dados do site de rastreamento de voos FlightAware, na data da publicação desta matéria os aviões de matrículas D-AIMD, D-AIME, D-AIMH, D-AIMI, D-AIML e D-AIMM ainda estão no aeroporto-sede da companhia, parados desde março, abril ou maio de 2020.

Os outros oito de sua frota já foram previamente enviados para armazenamento, estando sete deles em Teruel, na Espanha, e o mais recente, o D-AIMC transladado na última terça-feira (26), em Tarbes, na França.

Segundo o portal britânico Simple Flying, a companhia alemã evita falar em aposentadoria do modelo, deixando aberta uma possibilidade de retorno, embora o anúncio do fim das operações do gigante houvesse sido feito no ano passado. “Os A380 restantes serão transferidos para armazenamento de longo prazo e removidos do planejamento. Essas aeronaves só serão reativadas no caso de uma recuperação do mercado inesperadamente rápida”,  disse a companhia, em nota, para o site.

De acordo com a Lufthansa, o processo de transporte de A380 para estocagem será longo. A companhia aérea havia dito, quando ainda estava com oito em Frankfurt, que cinco deles seriam realocados entre janeiro e maio de 2021 e os demais enviados um por mês, com vários deles indo para Tarbes, na França.

Um porta-voz da companhia ouvido destacou que a decisão de enviar as aeronaves para Espanha e França teve a ver com o custo de estocar um modelo tão grande por um período tão longo. Embora os próprios mecânicos do A380 da Lufthansa possam cuidar da aeronave em Frankfurt, o espaço no aeroporto alemão tem um custo muito elevado.

Os aeródromos de Teruel e Tarbes, por outro lado, foram projetados especificamente com o objetivo de armazenar aeronaves, ao contrário de um grande aeroporto internacional.