Início Indústria Aeronáutica Maior aeronave já projetada no Brasil fez hoje seu voo inaugural.

Maior aeronave já projetada no Brasil fez hoje seu voo inaugural.

3901

Embora nosso foco aqui no AEROIN.net ser em aviação comercial e turismo, não poderíamos ignorar esse momento histórico para a aviação brasileira. Convidamos todos vocês, que são passageiros ou tripulantes, a conhecer essa maravilha da engenharia, totalmente projetada no Brasil. E, também, sinta orgulho da EMBRAER, assim como nós estamos sentindo.

 

Sobre o voo

O protótipo do KC-390 realizou seu voo inaugural na manhã desta terça-feira (03/02), a partir da pista da fábrica da Embraer em Gavião Peixoto (SP). O voo durou uma hora e 19 minutos e ocorreu em uma área sobre fazendas do interior de São Paulo.

Nos comandos, estavam dois pilotos de teste da Embraer, entre eles, o Coronel da reserva da FAB, Marcos Oliveira Lima; e dois engenheiros de voo da empresa. “O voo transcorreu normalmente”, afirmou o comandante.

“O KC-390 será a espinha dorsal da aviação de transporte da Força Aérea Brasileira. Da Amazônia à Antártica, a frota de 28 aeronaves terá um papel fundamental para os mais diversos projetos do Estado brasileiro, da pesquisa científica à manutenção da soberania”, disse o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato. Ele assistiu à primeira decolagem ao lado do presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado; do Vice-Presidente Executivo de Negócio de Defesa e Segurança, Jackson Medeiros de Farias Schneider; e do ex-comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito.

Com 35,20 metros de comprimento e capacidade para transportar até 23 toneladas de carga, o KC-390 é o maior avião já desenvolvido no Brasil. Mais de 50 empresas brasileiras participam do projeto, que conta ainda com a colaboração da Argentina, de Portugal e da República Tcheca.

 

Entregas em 2016

O voo inaugural é o início da fase de testes dos dois protótipos, prevista para durar até o fim de 2016, quando começam as entregas. Em maio de 2014, a Força Aérea Brasileira assinou o pedido de aquisição de 28 aeronaves.

Na FAB, os KC-390 deverão cumprir todas as missões atualmente realizadas pelos C-130 Hércules, como transporte de tropas e de carga, lançamento de paraquedistas, busca e combate a incêndios. Para isso, o avião deverá ser capaz de pousar em pistas sem asfalto e operar em ambientes que vão do frio da Antártica até o calor da Amazônia. O uso de turbinas a jato permitirá alcançar uma velocidade de até 870 km/h. Já o antecessor não passa dos 671 km/h.

O compartimento de carga terá 18,54 metros de comprimento, 3,45 metros de largura e 2,95 de altura. O espaço é suficiente para acomodar equipamentos de grandes dimensões, além de blindados, peças de artilharia, armamentos e até aeronaves semi-desmontadas. O blindado Guarani, por exemplo, cabe dentro do compartimento de carga do KC-390.

Também poderão ser levados 80 soldados equipados ou 64 paraquedistas em uma configuração de transporte de tropa ou 74 macas mais uma equipe médica em uma configuração de Evacuação Aeromédica. O peso máximo para cargas é de 23 toneladas. Como reabastecedor, o KC-390 será capaz de transferir combustível em voo para aviões e helicópteros.

As 28 unidades para a FAB serão entregues ao longo de doze anos. Com valor total de R$ 7,2 bilhões, o contrato prevê o fornecimento de um pacote de suporte logístico, que inclui peças sobressalentes e manutenção.

Informações da Força Aérea Brasileira