Uma das maiores fusões aéreas do mundo pode se desfazer: Air France-KLM

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Existe uma possibilidade que uma das maiores fusões de empresas aéreas do mundo seja desfeita: a holandesa KLM e a francesa Air France podem se separar.

Segundo reportado pelo portal AeronauticsOnline, os executivos mais altos da empresa holandesa esperam um possível “divórcio” num futuro próximo.

O motivo seria simples: as ajudas que cada uma das empresas receberá de seus governos locais. A França afirmou que dará até €7 bilhões de euros, enquanto os Países Baixos apontaram para um valor de €2 a €4 bilhões.

O acordo entre os dois países é que o dinheiro de uma empresa não pode ser usada na outra, para não ter uso de dinheiro público em empresa estrangeira.

Porém, o governo francês condicionou que a Air France reduza em muito seus gastos para ganhar esta ajuda. E é aí que mora um dos grandes problemas: a empresa francesa tem lutado bastante para renegociar contratos após sucessivas greves de funcionários que ocorrem todo ano.

Os executivos da KLM não apostam que a empresa consiga atingir os requerimentos do governo francês, o que poderia atrapalhar a KLM como parte do grupo.

Outro ponto da contrapartida destas ajudas pode ser uma participação acionária dos governos nas respectivas companhias, uma espécie de estatização parcial, o que levaria ao fim do grupo que foi fundado em 2003.

Na época, o grupo Air France-KLM foi um exemplo de sucesso entre países membros da União Europeia. Naquele momento, apenas a aérea francesa era lucrativa, tanto que tem até hoje uma participação um pouco maior no grupo.

Porém, ao longo destes 17 anos de “casamento”, o jogo virou e a KLM hoje é mais rentável e saudável que a Air France. A maioria dos custos no grupo vem da parte francesa, que é maior e não tão eficiente.

No início do mês o grupo negou a separação, mas na época a Pandemia do Coronavírus não estava tão avançada e a ajuda do governo ainda estava sendo preparada.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias