Mais de 6.000 aeronaves comerciais de passageiros já estão no chão

Dados da consultoria Cirium revelam que mais de 6.000 aeronaves comerciais de médio e grande porte estão paradas em diversos locais ao redor do mundo. Esse número é o dobro do registrado no dia 19 de março e deve aumentar nos próximos dias.

aeronaves
Frota da Copa Airlines parada no Panamá – Autor Desconhecido

À medida que a crise do Covid-19 (coronavírus) se desenvolve, a Cirium tem usado suas equipes de inteligência de dados para monitorar diariamente o número de aeronaves em armazenamento ao redor do mundo.

Segundo os dados do dia 24 de março de 2020, quase 6.000 aeronaves comerciais a jato estão com status de “em armazenamento”, em aproximadamente 600 locais ao redor do mundo, representando cerca de um quarto da frota total de mais de 26.000 aviões.

No entanto, esse número deve subir muito ao longo dessa e da próxima semana na medida em que a crise da Covid-19 se aprofunda, uma vez que estima-se que cerca de 70% dos voos serão reduzidos, tão logo os processos de repatriação sejam concluídos.

Observe como se movimentou a curva de aeronaves estacionadas desde o início do monitoramento, no dia 19:

Metodologia

Enquanto isso, a Cirium também registra a utilização diária de horas e ciclos da frota global usando suas mais de 600 fontes de informações de rastreamento de voo .

Considera-se que as aeronaves foram armazenadas após duas semanas de inatividade. Em certas circunstâncias, os dados estão sendo atualizados em um prazo mais curto devido à situação em desenvolvimento do Covid-19.

Quando uma companhia aérea anuncia que está suspendendo os serviços devido ao Covid-19, apenas a Cirium apenas mostra as aeronaves estacionadas quando elas efetivamente estiverem inativas.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Embraer confirma mais um pedido de 50 aeronaves eVTOL

0
A empresa encomendou 50 aeronaves elétricas de decolagem e pouso verticais da Eve, com entregas previstas a partir de 2026.