Mais droga é encontrada no jatinho português apreendido em fevereiro na Bahia

Um caso de tráfico de drogas internacional do Brasil para Portugal parece estar longe de acabar, já que mais cocaína foi encontrada a bordo do jato da OMNI Aviation, apreendido na Bahia no começo desse ano.

O jato flagrado em Salvador

Como reportamos em fevereiro passado, um jato francês Dassault Falcon 900, com registro português CS-DTP e em nome da empresa Omni Aviation, foi apreendido em Salvador pela Polícia Federal, durante uma escala não programada. O avião saíra do interior de São Paulo e teve que pousar após uma suposta pane (não detalhada).

Após o pouso, uma inspeção dos pilotos e mecânicos encontrou parte da droga e a polícia chamada. Um trabalho de varredura dos policiais federais levou à descoberta de que havia cocaína por todos o lado no avião, inclusive escondidas na cabine do piloto.

Com mais de 500 kg de droga apreendida e depoimentos colhidos, o jato acabou liberado para regressar a Portugal. Acontece que, ontem (14), foi encontrada mais droga no avião, provavelmente remanescente do carregamento feito no Brasil em fevereiro.

Segundo fontes informaram ao portal Sapo, o jato está no Aeroporto Municipal de Cascais, onde fica a base operacional da Omni Aviation em Portugal. Durante outra inspeção policiais portugueses encontraram mais droga, mas não foram dados detalhes ainda sobre onde ela estaria escondida. Fontes informaram que novas notícias devem ser veiculadas em breve.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias