Americana Mesa Airlines interessada em 100 aviões Mitsubishi M100

A companhia aérea regional dos EUA Mesa Airlines assinou um memorando de entendimento para encomendar até 100 jatos regionais SpaceJet M100 da japonesa Mitsubishi Aircraft. A Mesa faz voos regionais para grandes companhias, como a American e a United.

Avião Mitsubishi SpaceJet
Mitsubishi M100 SpaceJet

O pedido da Mesa, anunciado durante o evento anual da Regional Airline Association em Nashville (EUA), marca um grande sinal de confiança no SpaceJet M100, um derivado da aeronave anteriormente conhecida como MRJ (Mitsubishi Regional Jet).

A Mitsubishi Aircraft divulgou o desenvolvimento do M100 no show aéreo de Paris em junho deste ano.

O memorando de entendimento pede que a Mesa e a Mitsubishi Aircraft “iniciem negociações formais para a compra” de 100 aeronaves M100, diz um comunicado à imprensa da Mitsubishi Aircraft.

O acordo envolve 50 pedidos firmes e direitos de compra por outros 50, com entregas a partir de 2024. As aeronaves são movidas por motores turbofans Pratt & Whitney PW1200.

No Paris Air Show, a Mitsubishi renomeou o MRJ como SpaceJet, cancelou o MRJ70 de 70 lugares e anunciou o desenvolvimento do M100.

Com 76 assentos, o M100 se encaixa perfeitamente nos limites das principais “Scope Clauses” das companhias aéreas dos EUA.

Essas cláusulas nos contratos dos pilotos de companhias aéreas dos EUA especificam o tamanho e a contagem de assentos das aeronaves regionais que alimentam as principais companhias aéreas. O anterior MRJ70 de 70 assentos, apesar de também se enquadrar nas limitações, tinha menos assentos do que aeronaves concorrentes que também se enquadram, como o Embraer 175.

Avião Mitsubishi MRJ
Mitsubishi MRJ90, o modelo maior em desenvolvimento

A Mitsubishi Aircraft continua desenvolvendo o modelo maior M90, com 88 lugares. Ela espera começar a entregar o M90 em 2020. A empresa também adquiriu recentemente o programa CRJ da Bombardier, oferecendo uma robusta rede global de suporte a aeronaves.

Informações pelo Flight Global.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.