México lidera retomada da aviação comercial na América Latina

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

No final do mês de julho, o México estava com o nível de voos domésticos muito próximo dos EUA e da França, mostrando uma recuperação forte do setor no país. É o que revelou uma análise da consultoria ICF, utilizando dados da plataforma de rastreamento FlightRadar24, conforme reportado por nosso parceiro Aviacionline.

Segundo esta análise, o México estava com 47% dos voos domésticos operando em julho quando comparado com o mesmo período do ano passado, enquanto os EUA estavam com 50% e a França, com 58%.

Mais ao sul, os próximos latino-americanos são Brasil, com 26%, Chile, com 21%, e Peru e Equador com apenas 10% da malha doméstica. O México lidera a recuperação na América Latina, mesmo sendo o 8º país com maior número de casos do Coronavírus, porém, numa taxa por milhão de habitante bem menor que os países vizinhos citados.

A AeroMéxico já informou que em agosto estaria operando em 44 rotas nacionais (quase o mesmo número de 2019) que, somadas com as 29 rotas internacionais, representaria 69% da malha da empresa no mesmo mês do ano passado.

O pior mês do único país latino na América do Norte foi maio, em que o volume de passageiros chegou a 12,1% do que era um ano antes.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias