Início Variedades O mistério dos Boeings 747 desmontados encontrados no Google Maps

O mistério dos Boeings 747 desmontados encontrados no Google Maps

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um usuário do Google Maps ficou chocado ao descobrir dois jatos do modelo Boeing 747, o Jumbo Jet, aparentemente abandonados, enquanto navegava nas imagens de satélite de uma área perto de sua casa.

A imagem de satélite dos Jumbos – Imagem: FlightRadar24 / Google Maps

A descoberta desencadeou um mistério sobre o que as máquinas gigantescas estariam fazendo lá, em um terreno ao sul da Malásia, próximo à divisa com Singapura.

A imagem misteriosa foi publicada pelo usuário no fórum Reddit, mostrando os aviões desmontados na área gramada próxima a uma estrada principal, mas não ligada com nenhum aeroporto.

As partes parecem ter sido posicionadas em locais específicos próximos de onde elas estariam originalmente presas às fuselagens, embora não seja possível definir se foram assim colocadas propositalmente ou se ficaram nas posições em que haviam sido deixadas quando descarregadas para uma posterior montagem.

Na publicação, o usuário declara: “Existem dois 747 abandonados perto da minha casa. Ninguém sabe por que ou como eles foram colocados lá.”

A imagem gerou uma onda de especulações no fórum, à medida que as pessoas apresentavam teorias para explicar a presença dos aviões – algumas mais sérias e outras apenas sarcásticas.

Uma pessoa brincou: “Não sou engenheiro aeronáutico, mas acho que eles não voarão tão bem sem as asas presas”. Outro escreveu: “Qual é o preço da compra de alumínio aeronáutico por libra e quantas libras você pode carregar? Essas são perguntas importantes.”

O autor da publicação então apareceu algum tempo depois com novas informações que parecem desvendar o mistério, embora ele alerte que se trata de “boca-a-boca”, pois ele mesmo não encontrou tais informações. Ele escreveu que foi avisado que um jornal local teria publicado que houve um leilão de três 747 “abandonados” no aeroporto local, sendo dois deles os da imagem.

A prefeitura local também teria dito que foi informada de que os Jumbos antes pertenceram a uma empresa americana, e foram comprados por uma empresa local de logística e colocados em um terreno baldio próprio da empresa, com planos para transformá-los em um restaurante com tema de avião, mas no final, o plano nunca se concretizou.

O autor ainda comenta: “Eu tinha visto a seção da cauda do avião de longe e pensei que fosse algum tipo de decoração, até que poucos dias atrás passei pela estrada ao lado e só então percebi que são aviões de verdade.”

Imagem: Google Maps

Pesquisando

Diante das informações “boca-a-boca” não confirmadas pelo autor, tentamos encontrar algo que pudesse dar pistas mais concretas sobre o motivo dos grandes Boeings 747 ali colocados.

Primeiramente, notamos que o Google Maps apresenta a seguinte descrição para o local em que os jatos estão: “BOEING 747 HOTEL”. Bom, já temos algo diferente das informações prévias.

Então, prosseguimos com a busca de informações sobre um possível projeto de hotel naquele local. E o que descobrimos é que já é possível saber muito mais sobre os aviões. Existem até vídeos de filmagens aéreas dos Jumbos! Uma feita há cerca de um ano, com as aeronaves ainda desmontadas, mas outra de apenas três semanas atrás, já com os dois gigantes montados.

Embora não haja qualquer confirmação sobre a real natureza do projeto, ao menos é possível identificar nos vídeos acima quais são os Boeings 747.

Um deles apresenta a matrícula 5U-ACG. Conforme dados do Airfleets, trata-se de um Boeing 747-100 fabricado em 1980 e entregue à JAL – Japan Airlines. Depois, passou em 1998 à Jumbo Jet, em 2003 à Logistic Air e, por fim, à Aeroexpress em 2007. Foi então descartado em 2017.

O outro tem registro S2-AFA. Também conforme dados do Airfleets, este é mais um 747-100, mas feito em 1970 e entregue à icônica Pan American World Airways, a Pan Am.

Depois, passou em 1992 à Wilm, em 1995 à Tower Air, e em 2004 à Logistic Air, que o alugou em 2008 à THT Air até ser devolvido em 2010. Foi descartado em 2018.

Fotos disponíveis no site JetPhotos mostram o S2-AFA desmontado em abril de 2018 no Aeroporto Internacional Johor Bahru Senai. O local fica localizado pouco ao noroeste de onde hoje estão os dois Jumbos.

O Aeroporto destacado pelo marcador e a posição dos B747s circulada em vermelho – Imagem: FlightRadar24 / Google Maps

Portanto, se ainda não é possível encontrar algo concreto sobre as aeronaves, ao menos é possível ver que os Jumbos estão realmente sendo preparados para um projeto. Um fim muito mais nobre do que se tornarem sucata.

Veja a seguir outros interessantes exemplos de Boeings 747 que foram salvos da destruição após o fim de sua vida operacional:

Veja também:

Sair da versão mobile