Mitsubishi Aircraft apresenta sua linha comercial SpaceJet

A Mitsubishi Aircraft Co. anunciou oficialmente hoje a SpaceJet, sua nova família de aeronaves comerciais.

Composta inicialmente por dois modelos, o SpaceJet M90 (anteriormente denominado MRJ90) e o novo membro M100, a família tem o objetivo de criar uma nova experiência de usuário em voos regionais, com muito mais eficiência de custos para as operadoras.

O M90 já possui alguns protótipos em voo, sendo que o terceiro e o quarto estão nos Estados Unidos onde realizam testes de voo, buscando a certificação da FAA e da autoridade aeronáutica japonesa (JCAB). Ao todo, já são mais de 2.600 horas voadas.

Após alguns atrasos na certificação, a fabricante espera finalmente entregar a primeira unidade em 2020, à All Nippon Airways. O projeto M100, por sua vez, terá largada nesse ano de 2019.

Espera-se que os jatos ofereçam cabines mais espaçosas, para 65 a 88 passageiros, desenhadas para fidelizar os clientes. Segundo a fabricante, a família buscará uma melhoria de performance de dois dígitos percentuais (>10% de redução de custos), comparado a outras aeronaves da mesma categoria.

A cabine foi desenhada para ser mais alta e larga, permitindo mais espaço em bagageiros e reduzindo a quantidade de bagagens despachadas, o que é um benefício a uma grande parcela dos viajantes a negócios.

O principal foco é no mercado americano e, por isso, adaptou seu projeto às necessidades e requerimentos das empresas regionais dos Estados Unidos, ou seja, criou uma configuração especial com três classes de serviço, de forma a limitar a ocupação a 76 assentos, uma regra das regionais de lá. Além disso, apesar de ter um alcance menor do que seus concorrentes, como o E175, por exemplo, a japonesa aposta na economia para que emplaque seu modelo no mais competitivo mercado do mundo.

Uma maquete do interior da cabine do M100 será apresentada em primeira mão durante o Paris Airshow, na próxima semana.

Cabine do M100
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Clássico Boeing 727 colombiano poderá ser visto em Campinas na próxima...

0
Passou a constar do registro da ANAC, um voo especial de carga da empresa aérea colombiana LAS, a ser operado com um dos poucos Boeing 727