Mitsubishi e Bombardier aprovam compra da divisão de jatos CRJ da canadense

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Mitsubishi Heavy Industries (MHI), do Japão, e a Bombardier, do Canadá, anunciaram que definiram a data para a conclusão do acordo de compra do programa de jatos regionais CRJ da canadense pela japonesa.

Avião CRJ700

Ambas as partes concordaram que todas as condições de fechamento foram atendidas e a transação referente à aquisição do programa Canadair Regional Jet (CRJ) será encerrada em 1º de junho de 2020.

O programa passará a ser operado pela entidade recém-criada da MHI, o RJ Aviation Group (MHIRJ), começando logo após o fechamento.

Como parte da aquisição, a MHI leva as atividades de manutenção, suporte, reforma, marketing e vendas para as aeronaves da Série CRJ, juntamente com os certificados de tipo.

Isso inclui os serviços e a rede de suporte relacionados ao CRJ, localizados principalmente em Mirabel e Toronto, no Canadá, e em Bridgeport e Tucson, nos Estados Unidos. As peças de reposição da CRJ continuarão a ser distribuídas a partir de depósitos em Chicago, nos Estados Unidos, e Frankfurt, na Alemanha.

Complementando os negócios de aeronaves comerciais existentes da MHI, o MHIRJ fornecerá uma solução holística de serviço e suporte para a indústria aeronáutica global, incluindo as aeronaves da Série CRJ e, eventualmente, para a família Mitsubishi SpaceJet de jatos regionais de próxima geração.

Informações oficiais da Mitsubishi Heavy Industries

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias