Início Acidentes e Incidentes Motor de Antonov 124 falha em voo, danifica fuselagem e pouso termina...

Motor de Antonov 124 falha em voo, danifica fuselagem e pouso termina fora da pista

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um grande Antonov AN-124 Ruslan enfrentou problemas gravíssimos em voo nesta sexta-feira, 13 de novembro, que culminaram em uma saída de pista, a chamada “runway excursion”, durante seu pouso e importantes danos ao cargueiro peso-pesado.

Imagem via AvHerald

A aeronave envolvida, segundo reporta o The Aviation Herald, foi o AN-124-100 registrado sob a matrícula RA-82042, operado pela companhia aérea russa Voga-Dnepr, quando realizando o voo de posicionamento VI-4066 de Novosibirsk (Rússia) para Viena (Áustria) com 14 pessoas e nenhuma carga a bordo. (Atualização: a companhia aérea informou em comunicado que havia carga na aeronave, sendo levada da Coreia do Sul para a Áustria com escala na Rússia).

O Ruslan partiu da pista 25 de Novosibirsk por volta das 12h08 do horário local e estava na subida inicial cruzando cerca de 1800 pés de altitude quando o sinal do transponder e a comunicação de rádio foram perdidos.

A última posição do Antonov registrada pelo FlightRadar24 após a decolagem

A tripulação retornou com a aeronave em emergência para um pouso na mesma pista 25 de Novosibirsk, mas o grande jato ultrapassou o final da pista no pouso em cerca de 200 metros, de acordo com relato de fontes locais.

O pouso foi gravado por pessoas no aeroporto, porém a posição delas não permitiu capturar o momento da saída de pista:

Não houve feridos, mas após o pouso foi possível verificar que o Antonov tinha boa parte de seu motor nº 2 (interno esquerdo) destruído em decorrência de uma falha incontida, que também causou importantes danos à asa e à fuselagem em função de peças emitidas com alta energia pelo propulsor, conforme mostram imagens do avião.

Imagem via AvHerald

Imagem via AvHerald

Outra foto feita pela frente da aeronave mostra que possivelmente as peças que entraram na fuselagem pelo lado esquerdo ainda saíram pelo lado oposto da fuselagem, na raiz da asa direita, causando sérios danos também naquela região.

Ainda segundo o AvHerald, testemunhas em solo relataram que os motores nº 3 e 4 (ambos do lado direito) estavam deixando um rastro de fumaça na partida, o que se verifica também nos vídeos do pouso de emergência. Outras testemunhas ainda relataram que uma peça que caiu da aeronave danificou o telhado de um galpão.

Peças do motor do Antonov – Imagem via AvHerald

Imagem via AvHerald

Possivelmente os problemas de perda de rádio e de transponder, bem como a falha em concluir o pouso dentro dos limites da pista, devem ter sido consequência da perda de importantes sistemas do AN-124 devido aos danos causados pelas peças do motor.

O Ministério Público dos Transportes da Sibéria Ocidental abriu uma investigação sobre o acidente.

Atualizações:

Em comunicado, a companhia aéreas Volga Dnepr informou que “A aeronave transportava 84 toneladas de carga de Seul (Coreia do Sul) para Viena (Áustria) com parada técnica em Novosibirsk, onde a aeronave realizou um retorno de emergência após a decolagem para Viena. A tripulação foi levada a um hospital local por precaução, sem ferimentos. Uma equipe de apoio foi enviada para Novosibirsk com todo o equipamento necessário para avaliar os danos e tirar a aeronave da pista.”

Novas imagens do Antonov mostram que há restos de pássaros nos motores nº 3 e 4, portanto, a fumaça emitida por eles deve ter relação com a ingestão das aves. Embora não seja possível estabelecer relação direta entre o problema com os motores do lado direito e a falha catastrófica do motor nº 2 do lado esquerdo, levanta-se a possibilidade de que ele também tenha ingerido aves.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Sair da versão mobile