Myanmar Airways torna-se a mais nova operadora do jato Embraer E190

Foto MAI Divulgação

Atrasou um pouco por causa da pandemia, mas chegou. Já está na nova casa o mais novo integrante da frota da empresa aérea Myanmar Airways International (MAI). Esse é o primeiro dos quatro Embraer E190 encomendados pela empresa aérea junto a uma companhia de leasing aeronáutico. Procedente de Guangzhou, na China, o jato pousou na segunda-feira (26) no Aeroporto Internacional de Yangon com o indicativo de voo ZZ-529. Durante seu táxi, recebeu uma saudação de jatos de água para celebrar sua chegada. 

As aeronaves da MAI contam com as classes Executiva e Econômica, e isso garante um alcance superior ao jato da Embraer, dada sua menor ocupação. Isso é mais do que suficiente para que a empresa empregue o jato nas ligações regionais que possui.

Em nota, Saravanan Ramasamy, CEO da empresa aérea disse que “a chegada do E190 representa um marco importante na estratégia de expansão da frota da MAI. Esta aeronave de alto desempenho não só nos permite alcançar eficiência operacional, mas também fornece aos nossos clientes uma experiência significativamente aprimorada”.

“Damos as boas-vindas à Myanmar Airways International à família Embraer e desejamos tudo de bom a eles na preparação para o início de seus voos comerciais E190”, disse Raul Villaron, vice-presidente da Embraer Aviação Comercial para a Ásia-Pacífico. “O E190 traz desempenho e eficiência para a Myanmar Airways International conforme eles expandem sua rede e oferece uma cabine excelente para os passageiros viajarem com conforto”.

Atualmente, a MAI opera voos internacionais para Cingapura, Tailândia, China, Coreia, Índia e Taiwan a partir de Yangon e Mandalay. 

Existem cinco companhias aéreas locais em Mianmar, a maioria das quais começou a retomar os voos no final de maio, apesar da queda no número de passageiros. Importante também não confundir a MAI com a Myanmar Airlines (ou Myanma), que já opera aeronaves Embraer.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Homem ataca guarda no aeroporto e declara: “vai estar tudo nas...

0
No último sábado (28) à noite, um soldado da Guarda Nacional de Porto Rico foi atacado por um passageiro que chegava depois