Não terá Oktoberfest em terra, mas haverá a bordo dos aviões da Lufthansa

Tripulação da Trachtencrew, em 2018. IMAGEM: Divulgação Lufthansa

A companhia aérea alemã Lufthansa celebrou a “Trachtencrew” pela primeira vez em 1956. Desde 2006 a festa é realizada todos os anos, sem interrupções. No evento (cuja tradução literal significa “tripulação fantasiada”), os comissários se vestem com os folclóricos trajes Dirndl e Lederhosen e servem muita cerveja e comidas típicas aos passageiros ao som de músicas locais.

Devido a pandemia de COVID-19, o ano de 2020, não contará com a tradicional Oktoberfest de Munique, na Alemanha, uma das mais famosas festas do mundo. No entanto, a Lufthansa decidiu não cancelar a sua própria festa de bordo e celebra nesta terça-feira, 22, a aguardada “Trachtencrew”.

A festa principal está marcada para um voo entre Munique e Nova York. Serão quase nove horas de comemoração. No entanto, mais celebrações estão marcadas em voos menores ao longo desta semana, entre Munique e as cidades europeias de Copenhague, Helsinque, Manchester, Berlim e Viena e para os destinos de férias de Santorini e Sylt.

Segundo o portal Paddle Your Own Kanoo, neste ano o evento não contará com o esperado barril de chopp gelado servido a 38 mil pés de altura, mas cerveja a bordo não vai faltar, garante a companhia. Os passageiros da Classe Executiva também receberão trutas e creme bávaro durante todo o mês de setembro e os lounges da Lufthansa nos aeroportos  oferecerão iguarias tradicionais da Baviera.

Esperamos que a tripulação devidamente fantasiada saiba lidar com um voo repleto de passageiros abastecidos com muita cerveja alemã.

Evento de 2018. Barril de chopp não deverá retornar na edição de 2020. IMAGEM: Divulgação Lufthansa
Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias

Avião ATR 72 Azul

Porto Alegre voltará a ter voos para Santa Maria e Pelotas...

0
A Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou que as cidades gaúchas de Santa Maria e Pelotas retomarão os voos para a capital.