Nesse ano, somente peregrinos vacinados terão lugar em voos para Meca

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Foto: Focus Bangladesh

A Arábia Saudita guarda em seu território alguns dos locais mais sagrados do Islã, especialmente nas cidades de Meca e Medina. Durante todo o ano, o fluxo de peregrinos e de voos fretados a esses dois sítios é intenso, mas no meio do ano, durante o Hajj, acontece uma das maiores migrações religiosas do mundo.

O Hajj, é um dever único na vida de todo muçulmano e uma importante fonte de renda para o governo saudita. Alguns aeroportos no país, inclusive, possuem terminais de passageiros especiais para o evento, que apenas são ativados quando o encontro anual se aproxima.

No entanto, nesse ano, tudo será diferente para os fiéis da fé islâmica. Conforme informa o Khaleej Times, o Ministério da Saúde da Arábia Saudita determinou que apenas as pessoas vacinadas contra a Covid-19 terão permissão para participar do Hajj.

“A vacina da Covid-19 é obrigatória para quem pretende vir para o Hajj e será uma das principais condições para receber a autorização de vir”, disse um comunicado do governo, assinado pelo ministro da saúde local.

photo of people gathered at kaaba mecca saudi arabia
Peregrinos em Meca – Foto de Konevi via Pexels.com

Em 2020, o Reino Saudita reduziu drasticamente o número de peregrinos para cerca de 1.000 para ajudar a prevenir a disseminação do coronavírus, após barrar os muçulmanos do rito pela primeira vez nos tempos modernos.

Multidões de milhões de peregrinos de todo o mundo provavelmente seriam um foco de transmissão do vírus. No passado, já houve casos em que fiéis voltaram para seus países com doenças respiratórias e outras doenças.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Em vídeo, veja o Boeing 777F entregando os medicamentos de intubação...

0
Primeiro voo com milhões de medicamentos para intubação doados ao Ministério da Saúde por um grupo de grandes empresas nacionais.