Nicolas Maduro proíbe operações aéreas entre as Antilhas Holandesas e a Venezuela

O governo venezuelano proibiu, até novo aviso, todos os voos comerciais de passageiros e carga para as ilhas de Aruba, Bonaire e Curaçao. De acordo com a autoridade venezuelana de aviação civil (Instituto Nacional de Aeronáutica Civil – INAC), o embargo é efetivo desde 8 de março e vem seguindo uma diretriz do governo central.




O presidente socialista Nicolas Maduro tem repetidamente acusado as Antilhas Holandesas de ajudar e encorajar o mercado negro venezuelano. Em janeiro, ele acusou as ilhas de abrigar “mafiosos que traficam bens estratégicos para o país”.

De acordo com o ch-aviation, as companhias aéreas que são afetadas pela mudança incluem Aruba Airlines, Albatros Airlines, Amerijet International (carga), Avior Airlines, Rutaca Airlines e Vensecar Internacional (carga).

 
Informações pelo ch-aviation.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.