Norwegian Air anuncia demissão de até metade de seus funcionários

Na vanguarda dos voos low-costs de longo curso, a Norwegian Air anunciou que demitirá até metade do seu quadro de funcionários.

Boeing 787 da Norwegian
Boeing 787 da Norwegian

A decisão vem após os EUA anunciarem que não irão aceitar qualquer turista com passaporte europeu com exceção dos britânicos.

A medida anunciada por Donald Trump afeta diretamente a Norwegian, que tem em seu principal negócio voos de longo curso da Europa para os EUA, além de voos intra-europeus que alimentam os transatlânticos.

Em torno de 40% da frota da empresa será mantida no chão e até 50% dos funcionários serão demitidos, visando manter uma operação mais enxuta.

No Brasil, a Norwegian liga o Rio de Janeiro com Londres, mas até o momento a rota está mantida e opera normalmente com o Boeing 787 Dreamliner. Recomendamos que os passageiros chequem o status do seu voo com a empresa, principalmente os que tiverem conexão.

A situação da empresa já não era boa faz um tempo. Para abrir a rota para o Rio, teve que cancelar o voo para Cingapura saindo de Londres. Fontes na indústria apontam que ela é uma forte candidata à falência, com risco similar ao da Alitalia.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias