Norwegian utilizará A380 da HiFly enquanto resolve problema dos motores do 787

A Norwegian Air Shuttle utilizará, entre hoje e o final deste mês de agosto, o A380 da portuguesa HiFly enquanto enfrenta a falta de aeronaves causada pelos problemas nos motores Rolls-Royce de seus Boeing 787, reportou a Bloomberg nesta quinta-feira (02).




O A380 foi alugado para operar entre o aeroporto de Gatwick, em Londres, e o aeroporto central de Nova York, John F. Kennedy, de acordo com um porta-voz da companhia aérea.

O jato foi aposentado pela Singapore Airlines após uma década de serviço e é o primeiro A380 usado a encontrar um novo operador, a HiFly. Após anos operando no mais alto padrão de luxo do mundo, o gigante experimentará voos transatlânticos de baixo custo.

A Norwegian planeja operar o maior avião de passageiros do mundo por várias semanas, enquanto seus 787 Dreamliners são submetidos a manutenção para resolver problemas com os motores Rolls-Royce.

“Estamos satisfeitos por poder oferecer esta solução aos nossos clientes para garantir que suas viagens permaneçam inalteradas”, disse o porta-voz.





A Norwegian é pioneira em vôos de longa distância e baixo custo, depois de aproveitar a eficiência de combustível do 787 para bater os rivais, embora tenha acumulado dívidas e se tornado um alvo de aquisição da IAG SA, dona da British Airways.

Este é o segundo operador a alugar o A380 da HiFly, já que nos últimos dias a Thomas Cook utilizou-o em voos entre Copenhagen, Cyprus, Oslo e Majorca.

O vice-presidente executivo da HiFly, Paulo Mirpuri, disse em julho que sua empresa está alinhando um cliente para usar o avião a longo prazo.

 
Com informações da Bloomberg.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.