Nova empresa aérea é lançada para voos entre EUA e Canadá, começando em outubro

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Dash 8 Q400 Connect Airlines
Imagem: Waltzing Matilda Aviation

A empresa Waltzing Matilda Aviation (WMA), especializada em voos fretados, anuncia que lançará a Connect Airlines, uma nova companhia aérea que começará a operar em outubro de 2021, conectando o Aeroporto Billy Bishop City, de Toronto, com aeroportos no Nordeste e Centro-Oeste dos Estados Unidos.

Usando a aeronave turboélice Q400 canadense, a Connect Airlines oferecerá um serviço premium para viajantes de negócios que vão para o aeroporto Billy Bishop, no centro de Toronto, e retornam no mesmo dia. Sujeita às aprovações regulatórias, a companhia aérea pretende fornecer uma alternativa valiosa para os viajantes de negócios, conforme eles voltem a voar entre os Estados Unidos e o Canadá.

John Thomas, CEO da WMA, comenta: “Somos apaixonados por como a aviação une pessoas, culturas e negócios. Especialmente nestes tempos desafiadores, estamos comprometidos em oferecer a experiência de viagem premium mais gratificante do mundo com segurança, serviço, conveniência e confiabilidade.”

A WMA escolheu a IBS Software, fornecedora de soluções SaaS para a indústria de viagens em todo o mundo, como seu parceiro de lançamento estratégico. O modelo SaaS da IBS Software suporta totalmente as necessidades iniciais da companhia aérea inicial, minimizando os custos fixos.

Thomas continua: “O ano passado mostrou que as companhias aéreas precisam ser enxutas, ágeis e digitais em primeiro lugar. Isso não é apenas importante à medida que a indústria se recupera, mas os passageiros estão exigindo isso. Os viajantes querem uma experiência digital perfeita, por isso fizemos uma parceria com a IBS Software. Podemos gerenciar a companhia aérea em uma única plataforma integrada, o que significa que podemos passar mais tempo nos concentrando em nossos clientes, em vez de nas dores de cabeça de TI.”

A WMA é uma operadora de jatos para fretamentos (Regulamento 135) com sede em Boston, que iniciou o processo para adicionar serviços regulares e não regulares (Regulamento 121) ao seu Certificado de Operadores Aéreos.

A empresa possui e opera suas próprias aeronaves, bem como aeronaves gerenciadas, e reúne um grupo de profissionais da aviação, muitos dos quais estão envolvidos em operações de fretamento de jatos na área de Boston há mais de 20 anos.

A WMA foi co-fundada por John Thomas, que esteve ativamente envolvido na indústria da aviação nos últimos 35 anos, tanto como executivo operacional sênior de grupo na Virgin Australia Airlines quanto como consultor estratégico para a indústria de aviação global.

Informações da Waltzing Matilda Aviation

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Airbus da Latam chama atenção em SP ao ficar 20 segundos...

0
Uma flagra de uma câmera ao vivo pegou um Airbus A320 da LATAM tirando onda e chamando atenção ao manter o nariz alto no pouso.