Nova Estação Radar é inaugurada em Ponta Porã pela Força Aérea Brasileira

Imagem: Força Aérea Brasileira

A nova Estação Radar de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul (MS), foi inaugurada pela Força Aérea Brasileira (FAB) nesta última quarta-feira, dia 30 de junho. O sistema tem como objetivo o aprimoramento do controle dos tráfegos que voam na região de fronteira do Brasil com o Paraguai, proporcionando até 450 quilômetros e cerca de 636 mil quilômetros quadrados de alcance de área monitorada, o equivalente a quase duas vezes a área do Mato Grosso do Sul.

A cerimônia contou com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhado do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, além de diversas outras autoridades e executivos.

Esta é a terceira estação radar inaugurada pela FAB em convênio com o Ministério da Justiça e Segurança Pública. A primeira foi em agosto de 2020, na cidade de Corumbá, e a segunda, em março de 2021, em Porto Murtinho, também no Mato Grosso do Sul.

Para o Presidente da República, a ação trará segurança para a área de fronteira. “Isso nos proporcionará paz e tranquilidade no combate de ilícitos, tráfico de drogas e armas. Isso trará paz para o centro do nosso Brasil. É uma missão da nossa Força Aérea que orgulha a todos”, garante.

O Comandante da Aeronáutica explicou acerca do incremento da operacionalidade com a nova estação radar de Ponta Porã. “A aquisição da capacidade advinda da operação desses três radares é coerente com o alinhamento dos objetivos da Estratégia Nacional de Defesa, que considera a vigilância do espaço aéreo uma importante responsabilidade para a consolidação das demais tarefas da Força Aérea Brasileira. O que vemos aqui, hoje, é um equipamento que agrega as tecnologias mais avançadas do mundo”, salienta o Oficial-General.

Provedor dos serviços de navegação aérea que viabilizam os voos e a ordenação dos fluxos de tráfego aéreo no País, o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar João Tadeu Fiorentini, ressaltou a importância da inauguração de mais um equipamento de alta tecnologia. “Ele tem a capacidade de uma contribuição, não apenas para o controle do espaço aéreo, que é a missão principal do DECEA, mas também, para interceptar aeronaves não-colaborativas, ou seja, um radar com importância grande para a nossa defesa aérea”, explica.

O Governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja Silva, destacou a parceria e integração em prol da atuação na proteção das fronteiras no Estado. “No ano de 2020, as nossas Forças de Segurança com as Forças Federais apreenderam mais de 760 toneladas de drogas que iriam para todo o Brasil. Agradeço o olhar de sensibilidade, porque proteger as fronteiras é proteger o Brasil”, finaliza.

Fabricação nacional

Os radares são fabricados no Brasil pela empresa Omnisys em São Bernardo do Campo (SP), o que permite o acesso rápido e fácil a toda a sua cadeia produtiva e agiliza os procedimentos de assistência técnica por parte do fabricante.

O projeto prevê também a absorção do conhecimento técnico pelo Comando da Aeronáutica (COMAER), visando à realização das atividades de manutenção preventiva e corretiva, minimizando os custos de logística e mantendo um alto nível de disponibilidade dos equipamentos.

“A inauguração dessa estação radar de vigilância de fronteiras é mais um importante marco para o Brasil e estamos honrados em fazer parte fornecendo o estado da arte em tecnologia, desenvolvida em território nacional, e soluções para o controle de tráfego aéreo que contribuirão ainda mais com a soberania do país”, afirma o CEO da Omnisys, Luiz Henriques.

Informações da Força Aérea Brasileira

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias