Nova pintura do A319 presidencial tem grande potencial de ficar ó…

Na quinta-feira (15), publicamos um artigo sobre a possível nova pintura do Airbus A319ACJ presidencial do Brasil. Segundo a Embratur, a atual pintura branca com faixas verde e amarela darão lugar a imagens de pontos turísticos do Brasil, a saber: Rio de Janeiro e Nordeste.

A intenção de divulgar o Brasil no exterior pode até ser boa, mas gastar dinheiro para transformar o avião presidencial em um banner aparenta ser uma maneira inefetiva de fazer isso. Diferente dos logojets de empresas aéreas, que recebem quase 1.000 passageiros por dia e são vistos por outros milhares nos terminais, o avião presidencial recebe sempre as mesmas pessoas em muito menos voos. Quando aterrissa em outro país, geralmente é rebocado a posições de estacionamento longe do público. Em resumo, quase ninguém vai ver o avião. A bem da verdade, os únicos que vão fazer questão de fotografá-lo em detalhes são os spotters.

Pelo croqui apresentado, serão divulgados locais largamente conhecidos pelos estrangeiros. Se o país perde turistas no Rio e no Nordeste, pode crer que não é por falta de divulgação desses destinos, mas quem sabe pela falta de segurança, ou pela falta de infraestrutura talvez.

Os leitores nos perguntaram o custo de pintar um avião como o nosso presidencial. A remoção da pintura de um A319 e a repintura devem ficar em torno de US$ 70,000 (~R$ 280 mil). Além disso, para quem acompanha a aviação há décadas e conhece os trabalhos árduos que as empresas aéreas fazem com os logojets, vai achar que a nova pintura tem um gosto um tanto quanto duvidoso. Ou então foi só uma brincadeira no Photoshop que será aprimorada.