Início Aviação Militar Novo caça da FAB irá passar por ruas de Santa Catarina sem...

Novo caça da FAB irá passar por ruas de Santa Catarina sem nunca ter pousado no Brasil

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

© SAAB / Prefeitura de Itajaí – Marcos Porto (Adaptação: AEROIN)

O mais novo avião da Força Aérea Brasileira, o SAAB Gripen NG, irá chegar no Brasil em breve, mas, antes mesmo de voar, ele irá desfilar pelas ruas de Santa Catarina. Entenda o porquê.

Chegada ao Brasil

A chegada do novo caça é amplamente esperada pelos militares e pelo cidadãos brasileiros, já que a FAB está há 45 anos com o mesmo caça, o Northrop F-5E Tiger II, da época da Guerra do Vietnã.

Após anos de uma novela que se tornou o programa FX, que depois virou o FX-2, finalmente o caça foi escolhido: o sueco SAAB Gripen NG, denominado F-39E/F na FAB.

Mas a primeira unidade do avião, que chegará em setembro no país, não virá voando, e sim pelo mar, de navio em uma longa viagem. Assim, embora o primeiro pouso ocorrerá em Gavião Peixoto/SP, a primeira decolagem será em outro aeroporto sem nunca ter havido um pouso em terras brasileiras antes.

A informação de que o caça viria de navio foi confirmada semanas atrás pela própria SAAB. Apesar de não confirmar o motivo, é notório que o caça ainda está na fase de testes, não foi certificado e nem fez ensaios de reabastecimento em voo. Com isso, o translado voando sobre todo o Atlântico desde a Europa até o Brasil envolve um certo risco adicional.

De navio, de novo

A solução marítima foi algo já utilizado no passado. Em 2000, ainda no projeto FX, o antecessor do Gripen NG, o JAS-39 Gripen, veio ao Brasil, mas não contava com sondas de reabastecimento em voo.

Para isso, foi desmontado e colocado em um navio, que veio até o porto de Santos. De lá, seguiu rebocado pela Rodovia Rio-Santos até a Base Aérea de Santa Cruz, próxima à capital fluminense.

E lá é que ele foi montado, fez demonstrações e seguiu para as Bases de Santa Maria e de Canoas, ambas no Rio Grande do Sul, antes de ir para o Chile em demonstração na feira FIDAE.

Santa Catarina na proa

Aeroporto Internacional de Navegantes © Infraero

Agora, não será muito diferente, apesar de ser em outro estado. O F-39 Gripen seguirá da Suécia até Santa Catarina, mais especificamente até o Porto de Itajaí. O caça virá parcialmente desmontado, e será levado de carreta até o Aeroporto de Navegantes, que é bem próximo do porto, apenas 2,5 km distante.

A informação está confirmada no documento a que o AEROIN teve acesso, e que já descrevemos aqui na data de ontem (3/8), em que o Comandante da Aeronáutica autoriza o pedido da Embaixada da Suécia no Brasil para que o caça possa sobrevoar o espaço aéreo brasileiro e pousar em território nacional.

Neste documento, consta uma autorização de voo translado da cidade de Navegantes para Gavião Peixoto, no interior paulista, onde ficam as instalações da Embraer Defesa & Segurança.

Portanto, o jato será montado em Navegantes, no Aeroporto Internacional Victor Konder, e depois prosseguirá para Gavião Peixoto a partir do dia 25. Não é certo ainda qual a data da chegada do navio em Itajaí e nem a programação do translado da aeronave pelas ruas de Navegantes.

Até onde se tem notícia, será a primeira vez de um caça no Aeroporto de Navegantes. Não foi esclarecido por que a FAB não optou, por exemplo, pelo Aeroporto do Galeão, que é bem próximo do Porto do Rio de Janeiro, e nem se os próximos Gripens chegarão também por Itajaí/Navegantes.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile