Início Indústria Aeronáutica Novo treinamento do Boeing 737 MAX tem recomendações da ANAC

Novo treinamento do Boeing 737 MAX tem recomendações da ANAC

A FAA publicou em 6 de outubro o relatório preliminar do Flight Standardization Board (FSB) com os novos requisitos de treinamento de pilotos proposto para o Boeing 737 MAX. Ele pode ser encontrado aqui sob o código FSBR B737.

Essa versão ainda é preliminar, já que ainda há uma outra etapa de análise por parte de entidades do setor e do público, explicada abaixo, antes de publicar a versão final com os requisitos de treinamento.

Participação da ANAC

O relatório e e aspectos de treinamentos divulgados ontem incorporam as recomendações do Joint Operations Evaluation Board (JOEB), que recentemente se reuniu durante nove dias. O JOEB foi composto por autoridades da aviação civil dos Estados Unidos, Canadá, Brasil (ANAC) e União Europeia. 

O período de comentários sobre essa versão preliminar do relatório vai até 2 de novembro de 2020. A FAA publicará um relatório final após revisar e responder aos comentários públicos sobre a versão preliminar.

Próximos passos

Vários marcos importantes que precedem a liberação dos voos do Boeing 737 MAX permanecem. A saber:

Documentação do projeto final e relatório do Conselho Consultivo Técnico (TAB) – A FAA analisará a documentação final da Boeing para avaliar a conformidade com todos os regulamentos. Os TABs de várias agências reguladoras também analisará a apresentação final da Boeing e emitirá um relatório final antes de uma determinação final de conformidade pela FAA.

Notificação para a Comunidade Internacional (CANIC) e AD – A FAA emitirá um CANIC fornecendo notificação de ações de segurança que precisarão ser adotadas e publicará uma AD final que aborda os problemas conhecidos para aterramento e aconselha os operadores sobre as ações corretivas necessárias antes que a aeronave possa retornar ao serviço comercial.

FAA rescinde a ordem de aterramento – Marca o desligamento oficial da ordem de aterramento da aeronave, aguardando a conclusão pelos operadores do trabalho especificado na DA, juntamente com qualquer treinamento necessário.

Certificados de Aeronavegabilidade – A FAA manterá sua autoridade para emitir certificados de aeronavegabilidade e certificados de exportação para todos os novos aviões 737 MAX fabricados desde o aterramento. A FAA realizará análises individuais dessas aeronaves.

Programas de treinamento dos operadores – A FAA analisará e aprovará os programas de treinamento para todos os operadores 121.

Note que essas ações acima são aplicáveis ​​apenas a transportadoras aéreas dos EUA e aeronaves registradas nos EUA. Embora os processos tenham sido conduzidos em conjunto com outras autoridades da aviação civil, elas devem tomar suas próprias medidas para aprovar o retorno do Boeing 737 MAX ao serviço em seus países. 

A FAA informa que garante que todas as contrapartes internacionais têm todas as informações necessárias para tomar uma decisão oportuna e focada na segurança.

Sair da versão mobile