Início Empresas Aéreas O grande avião “Bandeirão” volta a decolar em Campinas (SP) após mais...

O grande avião “Bandeirão” volta a decolar em Campinas (SP) após mais de um ano parado

O A330-200 sendo rebocado hoje no pátio do hangar da Azul em Campinas (SP)

O bonito avião da Azul Linhas Aéreas que ganhou o apelido popular de “Bandeirão”, por ser o maior avião da frota da companhia a ostentar a pintura da bandeira do Brasil em toda sua fuselagem, voltou a voar nesta segunda-feira, 4 de outubro, após mais de um ano fora de operação.

Batizado oficialmente pela companhia aérea de “Nação Azul”, o Airbus A330-200 registrado sob a matrícula PR-AIV foi um dos muitos aviões a ficarem fora de serviço ao longo de 2020 devido aos impactos da pandemia da Covid-19 no mercado de viagens aéreas.

Porém, enquanto outros jatos da frota foram recolocados em operação para transportar carga ou para os poucos voos de transporte internacional de passageiros sendo retomados, o bonito A330 de pintura especial foi escolhido pela Azul para não retornar tão cedo ao céu, possivelmente por conta de avaliações de custo-benefício da reativação deste jato versus dos demais também antes paralisados.

Mas, como o AEROIN havia informado em setembro, fontes próximas da empresa aérea afirmaram que o avião voltaria aos céus em breve. Ele seria enviado ao México para manutenção nas oficinas da Mexicana MRO, a exemplo do que a Azul já fez com outros A330 da frota, enquanto não certifica sua própria oficina no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), para os serviços de manutenção mais complexos deste modelo.

Antes de partir à Cidade do México, porém, haveria a necessidade de um voo de testes decolando e pousando em Campinas, em decorrência dos procedimentos requeridos após longo tempo de estocagem. E foi o que ocorreu nesta segunda-feira.

Segundo dados da plataforma de rastreamento RadarBox, o PR-AIV partiu da pista 15 de Viracopos pouco antes das 10h00 do horário local, subiu até 9.000 pés de altitude nas proximidades do aeroporto, retornou após cerca de 30 minutos para uma aproximação com procedimento de arremetida e, por fim, efetuou o pouso completo cerca de 40 minutos após a decolagem.

O voo de hoje do A330-200 da Azul – Imagem: RadarBox
O PR-AIV hoje no pátio do hangar da Azul no Aeroporto de Viracopos

Agora, os técnicos de manutenção da companhia deverão avaliar os resultados do voo para definir se haverá necessidade de mais alguma intervenção de manutenção e novo voo de teste, ou se o Bandeirão poderá partir rumo à oficina no México.

Além do Airbus A330-200, a Azul atualmente também tem um Embraer 195-E1 e um Cessna C208B Grand Caravan com a mesma pintura da bandeira nacional, conforme as imagens a seguir:

Sair da versão mobile