Por que o único Airbus A321neo da Azul foi para Melbourne, nos EUA?

O primeiro e único Airbus A321neo da Azul sumiu dos radares após o fim da alta temporada e reapareceu em Melbourne, nos Estados Unidos, mas o porquê dessas “férias”?

Airbus A321neo

O maior jato de corredor único da Azul voou no último dia 10, de Manaus para Melbourne, na Flórida.

Apesar da cidade americana também tar uma planta produtiva da Embraer, o motivo que levou o A321neo, batizado de “Super Azul”, para lá não tem nada a ver com a fabricante brasileira. Na verdade, o jato voou até as instalações da STS, onde está recebendo os sistemas de internet Wi-Fi e a TV ao vivo da empresa.

Como já falamos por aqui anteriormente, a Airbus atrasou (e muito) a entrega do A321neo para a Azul e outras companhias. A aeronave, que era para ter sido entregue em setembro, só chegou em novembro.

O segundo jato era pra ter chegado no ano passado, mas só iniciou nesta semana os voos de testes. Dado o atraso e a demanda pela aeronave na alta temporada, o jato foi colocado em operação mesmo sem o sistema de TV ao vivo da Azul.

É esperado que o jato retorne no mês que vem para o Brasil, já com tudo funcionando. O segundo A321neo, o PR-YJB, irá passar pelo mesmo processo, tão logo chegue no Brasil.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias