Obras no Aeroporto de Cacoal (RO) seguem avançando e estão quase prontas

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Foto: Governo de Rondônia

As obras atualmente desenvolvidas pelo Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), no Aeroporto de Cacoal estão em fase avançada, com expectativa de serem concluídas no início do segundo semestre deste ano. A ampliação e reforma do aeródromo são provenientes da parceria entre o Poder Executivo Estadual e o Ministério da Infraestrutura, por meio da Secretaria Nacional de Aviação Civil.

Vale ressaltar que, além da reforma do terminal de passageiros, o DER está atuando em outras frentes de trabalho para melhorar a infraestrutura, como a construção da cerca, seguindo o padrão exigido pelas normativas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A obra foi conferida na manhã de sexta-feira (9)  in loco pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha que acompanhou de perto todo o trabalho, com detalhamento feito pelo engenheiro da obra, Jean Patez, e pela gerente do aeroporto, Elicia Biso.

Segundo explicou a gerente do aeroporto, outro serviço que está sendo executado é a ampliação das faixas da pista e construção Área de Segurança de Fim de Pista (área de escape), denominada Resa, que tem o objetivo de reduzir o risco de dano à aeronave em casos de pouso com toque antes da cabeceira e ultrapassagem da cabeceira oposta, bem como facilitar a movimentação de equipes de salvamento e de combate a incêndio.

“Todas essas melhorias são gerenciadas pelo DER, que mesmo em meio à pandemia do coronavírus, foi avançando com as obras no aeroporto, para trazer aos usuários segurança e conforto, isso graças ao Governo de Rondônia que não tem medido esforço para essas demandas”, declarou Elicia.

Ao acompanhar as obras do aeroporto, o governador ficou satisfeito pelo andamento do serviço que está sendo executado. “É muito bom poder acompanhar esse avanço nos aeroportos de Rondônia, que garantem a qualidade e eficiência do serviço aeroportuário no Estado. Em breve teremos um aeroporto renovado e que irá atender melhor a nossa população”, disse o governador, lembrando que o Governo do Estado também está atuando nos aeroportos de Vilhena e Ji-Paraná.

Além da reforma e ampliação do terminal de passageiros, incluindo salas de embarque, desembarque e estacionamento, os investimentos contemplam ajustes do sistema viário de acesso ao estacionamento, nas vias de serviços internas e também no pátio de aeronaves e melhorias complementares nos sistemas hidrossanitários, eletroeletrônicos, combate a incêndio, gás combustíveis, ar-condicionado e sistemas estruturais.

A gerente do aeroporto deixou claro, que atualmente as obras se encontram com aproximadamente 70% dos serviços previstos já concluídos. “É importante salientar que ocorreram adequações no projeto para atender a operacionalidade do aeroporto. As instalações são modernas e atende as exigências da Anac, ou seja, todo o projeto foi aprovado pela Secretaria da Aviação Civil”, destaca.

No Aeroporto de Cacoal, o Governo de Rondônia também está realizando o serviço de terraplanagem para regularização das faixas de pista. “Estou há 10 anos trabalhando no Aeroporto de Cacoal. Acredito que para nós cacoalenses é o reflexo do desenvolvimento e progresso para o  Aeroporto “Capital do Café”. Isso irá contribuir e fomentar a nossa economia. O aeroporto é de grande importância para que novos investidores continuem contribuindo para o desenvolvimento do Estado”, conclui a gerente do aeroporto.

Informações da Secom do Governo de Rondônia

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Banida da Europa por pouca segurança, PIA inventa voos panorâmicos sobre...

0
A polêmica Pakistan International Airlines (PIA), banida da Europa após graves problemas de segurança e evidências de pilotos com licenças