Por onde têm voado os enormes Antonov AN-124 durante estes dias de crise?

Avião Antonov AN-124 Ruslan Volga
Antonov AN-124

Mostramos aqui, ao longo da última semana, que o mercado de transporte aéreo de cargas tem se tornado altamente movimentado como consequência da crise que enfrenta a aviação mundial.

Diante da brutal queda de demanda por viagens de passageiros advinda da pandemia da COVID-19, as frotas de todas as companhias aéreas ao redor do mundo foram quase completamente tiradas de operação. Essa mudança cortou abruptamente a maior parte dos canais de movimentação de cargas, geralmente levadas nos porões dos jatos de passageiros.

O resultado foi que a demanda por voos cargueiros seguiu na direção contrária, crescendo rapidamente conforme países buscam formas de levar suprimentos médicos adquiridos no exterior, especialmente na China.

Na noite da última quinta-feira (02), você pôde ver o levantamento que fizemos sobre a grande quantidade de Boeings 747 cargueiros, os populares Jumbos, que estavam em voo ao mesmo tempo. Não apenas isso, mas vimos também que até aeronaves de carga que haviam sido recentemente retiradas de serviço estão sendo colocadas de volta à ativa.

Assim, decidimos agora avaliar como está a utilização dos enormes jatos Antonov AN-124.

O “Ruslan”, como é apelidado, é o segundo maior modelo projetado pela fabricante ucraniana Antonov na época em que fazia parte da União Soviética. Embora em algumas de suas dimensões ele não seja maior do que outros aviões cargueiros da atualidade, sua capacidade máxima de peso ainda não foi ultrapassada, a não ser pelo irmão maior AN-225, que só teve um exemplar construído.

São 150 toneladas que podem ser colocadas a bordo do AN-124, enquanto o próximo concorrente mais próximo, o Boeing 747-8F, pode decolar com no máximo 132,6 toneladas.

O volume interno para alocação da carga também fica bem acima do 747-8F. São 1040 metros cúbicos do Ruslan contra 858 do novo Jumbo.

Assim, com toda essa capacidade, os Antonov AN-124 também têm sido amplamente requisitados nesse período crítico de demanda acima do normal.

No nosso levantamento, que acaba de ser feito com base nos dados de radar dos sites de rastreamento FlightRadar24 e FlightAware, avaliamos todos os AN-124 civis que estiveram ativos neste ano de 2020. Os resultados mostram que:

  • Três companhias aéreas utilizaram 17 Ruslan’s em 2020;
  • 13 deles estiveram em voo nos últimos 5 dias;
  • 9 deles voaram entre ontem e hoje;
  • 2 deles estão em voo no momento da publicação desta matéria.

Confira a seguir as operações recentes de cada um dos 17 AN-124, listados por suas matrículas de registro aeronáutico. Você pode clicar nos links para ver no radar os últimos voos de cada um.

Observação: há programação para um Ruslan passar por Brasília na próxima semana. Veja ao final desta matéria.

Antonov Airlines

Avião Antonov AN-124 Ruslan
AN-124 da Antonov Airlines – Imagem: Dmitry A. Mottl [CC]

País: Ucrânia

Aeronaves:

  • UR-82007: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Almaty (Cazaquistão) a Atenas (Grécia);
      • Atenas a Almaty;
      • Almaty a Zhengzhou (China);
      • Zhengzhou a Almaty;
      • Voou hoje de Almaty a Budapeste (Hungria) – veja o voo aqui.
  • UR-82008: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Leipzig (Alemanha) a Ouagadougou (Burkina Faso);
      • Ouagadougou a Dakar (Senegal);
      • Dakar a Pau (França);
      • Pau a Leipzig (Alemanha);
      • Leipzig a Paris (França);
      • Voou hoje de Paris a Leipzig – veja o voo aqui.
  • UR-82009: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Almaty (Cazaquistão) a Shenzhen (China);
      • Shenzhen a Karachi (Paquistão);
      • Karachi a Doha (Qatar);
      • Voou hoje de Doha para Almaty – veja o voo aqui.
  • UR-82029: voou diariamente até dia 1º de abril
    • Últimas rotas:
      • Almaty (Cazaquistão) a Xangai (China);
      • Xangai a Almaty;
      • Almaty a Atenas (Grécia);
      • Atenas a Porto (Portugal);
      • Porto a Altamy;
      • Em voo agora a partir de Almaty – veja o voo aqui.
  • UR-82072: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Leipzig (Alemanha) a Baku (Azerbaijão);
      • Baku a Tianjin (China);
      • Tianjin a Baku;
      • Voou hoje de Baku a Chateauroux (França) – veja o voo aqui.

Maximus Air Cargo

Avião Antonov AN-124 Maximus Air Cargo
An-124 da Maximus Air Cargo – Imagem: Monaam Ben Fredj [CC]

País: Emirados Árabes Unidos

Aeronaves:

Volga-Dnepr

Avião Antonov An-124 Volga
Antonov AN-124 da Volga

País: Rússia

Aeronaves:

  • RA-82042: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Krasnoyarsk (Rússia) a Zhengzhou (China);
      • Zhengzhou a Krasnoyarsk;
      • Voou hoje de Krasnoyarsk a Leipzig (Alemanha) – veja o voo aqui.
  • RA-82043: não tem voado diariamente, último voo em 1º de abril
    • Últimas rotas:
      • Vladivostok (Rússia) a Tóquio (Japão);
      • Tóquio a Anchorage (Estados Unidos);
      • Anchorage a Reno (Estados Unidos);
      • Voou de Reno a Anchorage em 1º de abril – veja o voo aqui.
  • RA-82046: voou diariamente até 2 de abril
    • Últimas rotas:
      • Kazan (Rússia) a Xangai (China);
      • Xangai a Krasnoyarsk (Rússia);
      • Krasnoyarsk a Bologna (Itália);
      • Voou de Bologna a Moscou (Rússia) no dia 2 – veja o voo aqui.
  • RA-82047: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Krasnoyarsk (Rússia) a Paris (França);
      • Paris a Chelyabinsk (Rússia);
      • Chelyabinsk a Krasnoyarsk (Rússia);
      • Voou ontem de Krasnoyarsk a Khabarovsk (Rússia) – veja o voo aqui.
  • RA-82077: não tem voado diariamente, último voo em 31 de março
    • Últimas rotas:
      • Hong Kong a Krasnoyarsk (Rússia);
      • Krasnoyarsk a Paris (França);
      • Paris a Krasnoyarsk no dia 31 – veja o voo aqui.
  • RA-82078: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Kazan (Rússia) a Pardubice (República Tcheca);
      • Pardubice a Kazan;
      • Kazan a Shenzhen (China);
      • Em voo agora a partir de Shenzhen – veja o voo aqui.
  • RA-82079: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Krasnoyarsk (Rússia) a Khabarovsk (Rússia);
      • Khabarovsk a Petropavlovsk (Rússia);
      • Petropavlovsk a Pequim (China);
      • Voou hoje a partir de Pequim – veja o voo aqui.
  • RA-82081: tem voado diariamente nos últimos dias
    • Últimas rotas:
      • Krasnoyarsk (Rússia) a Moscou (Rússia);
      • Moscou a Milão (Itália);
      • Voou ontem de Milão a Moscou – veja o voo aqui.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias