Início Empresas Aéreas Estes são os prováveis primeiros aviões Airbus A319 da Itapemirim

Estes são os prováveis primeiros aviões Airbus A319 da Itapemirim

A319 9H-TLS da HiFly Malta – Imagem: Olivier CABARET / CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

Sem nenhum comunicado oficial sobre já estar em negociação para trazer seus primeiros aviões Airbus A319, a Itapemirim Transportes Aéreos mostra indícios de quais podem ser os prováveis primeiros jatos do modelo a serem agregados a sua frota.

Em diversas ocasiões durante o processo de criação e certificação da empresa aérea, seus executivos comentavam sobre um possível uso do modelo A319, um pouco menor do que os atuais Airbus A320 já sendo incorporados para o início das operações. Porém, até abril, nada concreto podia ser encontrado além das declarações.

Agora, no entanto, na mais recente atualização do banco de dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), as informações de reservas de marcas mostram que ao menos dois A319 já fazem parte dos planos.

Em nome da Itapemirim Transportes Aéreos constam duas marcas reservadas para tal modelo. São elas as matrículas PS-GSP e PS-SIL. Segundo os dados cadastrados no RAB, ambos os aviões são operados pela empresa aérea HiFly Malta, pertencente ao grupo português HiFly.

Dados do RAB consultados nesta segunda-feira, 3 de maio de 2021

PS-GSP

A matrícula PS-GSP aparece reservada para o A319 de número de série 2662. Dados do Airfleets mostram que este jato foi fabricado em janeiro de 2006, e então operou pelas companhias aéreas Mexicana, Avianca e Cobalt até chegar à HiFly Malta.

Atualmente sua matrícula é a 9H-TLS, e dados de rastreamento radar mostram que ele voou pela última vez em 21 de abril, entre Beja, sede da Hi Fly em Portugal, e o aeroporto Fiumicino de Roma.

O último voo do 9H-TLS registrado por radar – Imagem: RadarBox

PS-SIL

A matrícula PS-SIL, por sua vez, está reservada para o A319 de número de série 3689, fabricado em outubro de 2008, segundo o Airfleets. Neste caso, ele foi entregue inicialmente à Air Berlin, tendo feito passagens pela Niki, Bangkok Airways, Eurowings e Germania, até ser passada à HiFly Malta.

Enquanto na companhia maltesa, ainda foi alugado para a Transavia France, Azores Airlines e Volotea. Sua atual matrícula é a 9H-XFW e seu último voo ocorreu em 19 de dezembro de 2020, entre Istambul, na Turquia, e Beja, tendo depois apenas feito um voo local de preservação em 4 de fevereiro de 2021.

O voo local do 9H-XFW em 4 de fevereiro – Imagem: RadarBox

É importante ressaltar que se tratam apenas de matrículas reservadas, ou seja, a qualquer momento a empresa aérea pode fazer modificações ou cancelar tal registro junto ao RAB, de forma que somente será possível afirmar que a Itapemirim realmente irá operar algum Airbus A319 após uma confirmação oficial da empresa aérea.

Sair da versão mobile