Início Acidentes e Incidentes Ouça o áudio do piloto do Boeing 777 que declarou “Stall! Stall!”...

Ouça o áudio do piloto do Boeing 777 que declarou “Stall! Stall!” após a decolagem

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Vem a público o áudio da conversa entre o Controlador de Tráfego Aéreo e o piloto do Boeing 777 que declarou “Stall! Stall! Stall! Stall!” (perda de sustentação) logo após decolar de Nova Iorque.

Conforme divulgamos na semana passada, a ocorrência a qual você assistiu no vídeo acima resultou em grande repercussão por se tratar de um evento incomum na aviação, apesar de ser uma situação bastante treinada por qualquer piloto.

Acima de tudo, o que chamou a atenção foi o piloto ter declarado isso na frequência de controle, algo ainda mais raro. E tudo foi captado pelo canal VASAviation, que complementou com imagens de radar, dando uma noção melhor dos acontecimentos.

A declaração que ganhou repercussão aconteceu logo após ter decolado o voo de número 9S-947 da Southern Air, que partia de Nova Iorque para Seul operado pelo Boeing 777F de matrícula N702GT.

O órgão de controle de saída do Aeroporto John F. Kennedy recebe a chamada do Boeing e fala “Southern Air 947, temos contato radar, vire à esquerda no rumo 050º, suba e mantenha 11 mil pés”.

O piloto do Boeing chega a iniciar a resposta à mensagem, dizendo “050º, sub…”, mas logo depois diz STALL seis vezes, alertando seu colega de cabine sobre a situação da aeronave, e não o controlador de tráfego, porém ainda com a frequência aberta.

Dois avisos

Botões de aviso Master Warning e Master Caution no Boeing 777 – Imagem: PMDG

É possível ouvir o que parecem ser alguns “bips” antes do piloto falar stall. O primeiro é mais curto, possivelmente referente ao Master Caution (em amarelo na imagem de exemplo acima), e depois um mais longo, similar ao barulho de uma sirene, possivelmente do Master Warning (em vermelho na imagem).

O primeiro em amarelo, algo como “Cuidado Máximo”, é acionado quando algo não está certo, mas não é tão grave e há “tempo” para ser solucionado. Já o vermelho, de “Atenção Máxima” é sobre algo crítico e que precisa de intervenção imediata.

Neste caso, a aeronave aparenta ter entrado em uma situação de pré-estol (limite próximo da perda de sustentação), quando então o alarme amarelo deve ter sido ativado, que foi seguido pela ativação do vermelho, quando da possível real entrada na condição de estol.

Logo após isso, o piloto no rádio faz o alerta de “STALL” buscando dar ciência ao outro piloto, que era o que estava efetivamente voando a aeronave, para que tomasse uma atitude para sair daquela condição crítica.

Na imagem de radar é possível ver que a aeronave perde altitude (300 pés / 91 metros pelo vídeo, mas cerca de 700 pés pelos dados ADS-B do FlightRadar24), e quando o Controlador questiona se o jato conseguiria subir, o piloto do Boeing pede para aguardar.

Em pouco mais de 30 segundos depois, o piloto do Boeing volta a chamar o controlador e pede nova altitude. O controlador pergunta se agora está tudo bem, o que é confirmado pelo piloto, que é então instruído a virar à esquerda no rumo 090º. Logo depois, o avião sobe sem nenhum problema adicional relatado.

As investigações estão sendo feitas para entender o que levou a aeronave à situação próxima ou real de perda de sustentação.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A