Ouça o piloto da Turkish sobre Minas Gerais declarando ‘Pan Pan’ após pane do avião

O jato prestes a iniciar a volta para Guarulhos – Imagem: FlightRadar24

Como pudemos acompanhar na manhã de ontem, 13 de setembro, um grande avião cargueiro bloqueou uma das duas pistas do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos (SP), depois que decolou do local e precisou retornar por conta de uma pane em voo. E hoje, você poderá ouvir abaixo o áudio do momento em que o piloto declarou que precisaria retornar.

Apenas para recapitular, vimos que o Boeing 777F de matrícula TC-LJM, da companhia aérea Turkish Airlines, decolou às 09h00 da manhã da segunda-feira com destino a Dakar, no Senegal, porém, cerca de 40 minutos depois, quando já estava voando no nível de voo 330 (33 mil pés de altitude) e havia acabado de passar sobre Belo Horizonte (MG), declarou “pan pan, pan pan, pan pan” ao Controle de Tráfego Aéreo, reportando uma pane hidráulica.

Caso você não tenha visto ou queira rever as imagens do pouso e da aeronave sendo atendida no meio da pista de Guarulhos, clique aqui para acessar.

Vale relembrar que o “pan pan” é uma mensagem de urgência de padrão internacional que alguém a bordo de um barco, navio, aeronave ou outro veículo usa para declarar que tem uma situação que é urgente, mas não representa uma situação imediata de perigo para a vida de qualquer pessoa ou para o próprio veículo de transporte. Com isso, o controle de tráfego aéreo passa a dar uma atenção maior ao voo em questão, garantindo maior segurança até o pouso.

No áudio das comunicações você ouve o momento em que foi feito o aviso da pane, mais uma vez trazendo a interessante experiência de acompanharmos como ocorre na prática a troca de informações entre pilotos e controladores de tráfego aéreo em situações como essa.

Novamente, destacamos a importância de aproveitar a oportunidade para notar que não há pânico ou desespero por parte do piloto enquanto está lidando com a urgência em voo, por consequência de seu preparo para tal situação e da redundância de sistemas da aeronave, que permite a continuidade segura do voo até o pouso mesmo diante de uma pane.

No player abaixo, o áudio registrado e disponibilizado ao AEROIN pelo radioamador Eder Andrade (código PU4ETA) captou apenas as mensagens do piloto, porém, o suficiente para ouvir, logo no começo das mensagens, a declaração de “pan pan” e a informação de que o motivo era uma pane hidráulica.

O piloto até mesmo avisa ao controlador de tráfego que, quando chegasse de volta, não poderia sair da pista após o pouso, pedindo se ele poderia avisar ao aeroporto de destino sobre essa necessidade de ser rebocado. Com isso, as equipes de controle de tráfego e do aeroporto de Guarulhos já ficam antecipadamente cientes das ações a serem tomadas.

Ouça a seguir as mensagens do piloto ao Centro Brasília, que se inicia com (em inglês) “Brasília, Turkish seis quatro quatro zero, pan pan, pan pan, pan pan. Descendo ao nível de voo dois nove zero. Falha hidráulica”, depois prosseguindo com o aviso de que não havia carga perigosa a bordo, com mais algumas trocas de instruções e, por fim, com o comentário sobre a parada na pista por não poder sair para a taxiway devido à falha hidráulica:

Atualização: uma nova gravação foi disponibilizada no YouTube, pelo canal “spitfire”, em que é possível ouvir toda a comunicação tanto dos pilotos quanto dos controladores de tráfego aéreo. Confira a seguir:

A aeronave Boeing 777F da Turkish já foi submetida aos procedimentos de manutenção e decolou às 05h00 da manhã desta terça-feira, 14, prosseguindo ao destino sem novas intercorrências.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Pelo fim do sexismo na aviação, FAA muda o significado do...

0
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || ).push({}); Já está valendo. Embora um NOTAM continue sendo uma informação para orientação dos aviadores, o...