Pacato aeroporto receberá até 270 testes de voo para aproximações mais eficientes

Aeroporto de Twente – Imagem: Google Earth

A partir de hoje, 28 de setembro, diversos voos de testes de aproximação serão realizados em torno do pacato Aeroporto de Twente, na Holanda, com duração de duas a três semanas. Como já vimos aqui no AEROIN em algumas matérias passadas, o local é conhecido apenas por receber pousos de aviões que serão desmontados após o fim de sua vida útil, embora tenha sido, recentemente, palco da polêmica dos 6 Jumbos da Lufthansa.

Estes voos que começam hoje são realizados no âmbito do projeto europeu DREAMS, que envolve, entre outros, o controle de tráfego aéreo holandês Royal NLR – Netherlands Aerospace Centre.

O projeto europeu DREAMS investiga formas alternativas de pouso de aeronaves em uma pista – envolvendo rotas de aproximação mais íngremes e alteração da posição do ponto de toque – como uma possível solução futura que é menos prejudicial ao meio ambiente, garante menos poluição sonora e contribui para um aumento seguro da capacidade de pouso de aeronaves em um aeroporto.

Para tanto, a pesquisa utiliza tecnologia de navegação precisa por satélite com uma estação terrestre que transmite sinais para que a aeronave possa voar nas aproximações acima mencionadas.

A maioria dos voos é realizada por aeronaves de pesquisa da NLR: um pequeno jato executivo com equipamento de medição a bordo, o Cessna Citation. Isso é feito para testar e calibrar o sistema experimental de solo. Em dias diferentes, a aeronave se aproxima da pista várias vezes e decola novamente após o toque.

Além disso, dois aviões de passageiros maiores das companhias aéreas TUI e Lufthansa também operarão vários voos em um dia. No total, os testes poderão chegar a 270 aproximações.

O Cessna Citation II do NLR – Imagem: Alan Wilson / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
O voo de hoje do Citation do NLR, já tendo iniciado os testes – Imagem: RadarBox

O que vai acontecer?

– A partir de hoje, três tipos de aeronaves realizarão múltiplos voos de testes de aproximação no Aeroporto de Twente, em que serão investigadas várias situações de pouso no local;

– A aeronave de pesquisa do NLR se aproximará da pista pelo sudoeste (ver mapa abaixo) e executará então um chamado toque e arremetida (no qual a aeronave toca brevemente a pista e decola novamente) ou continuará voando por meio de uma arremetida antes de chegar à pista. Depois de vários voos, a aeronave também fará pousos completos no local. Os aviões das empresas aéreas só farão arremetidas.

Imagem: NLR

Quando qual aeronave voará?

A programação dos voos no período de 28 de setembro a 8 de outubro é a seguinte:

– 28 de setembro a 8 de outubro: o Cessna Citation do NLR fará um total de 200 a 250 testes de aproximação;

– 5 ou 6 de outubro: um Boeing 737 da TUI e um Airbus A319 da Lufthansa farão aproximadamente 10 testes de aproximação cada.

– Os voos decorrem apenas em dias úteis (não aos finais de semana). A programação diária atualizada pode ser encontrada no site do NLR.

O que isso significa para os residentes de municípios próximos

O Aeroporto de Twente é um aeroporto tranquilo, com relativamente poucos movimentos de voo, e o NLR destaca que a realização desses testes permanece dentro da margem de ruído anual permitida no local.

“No entanto, estamos bem cientes de que, devido a esta situação especial, os residentes locais e em municípios próximos podem ouvir mais ruídos de aeronaves do que o normal. O NLR se esforça para reduzir ao mínimo qualquer inconveniente causado por voos temporários, mas não pode evitar que mais ruído do que normalmente acontece seja ouvido ao redor do Aeroporto de Twente”, descreve o órgão em comunicado.

Moradores dos arredores do aeroporto já registraram em vídeo o Cessna Citation do NLR sobrevoando a cidade durante os testes de hoje:

Aeroporto Twente

O inovador Aeroporto Twente (parte da Base de Tecnologia) é adequado para testar sistemas tripulados e não tripulados. A pista de quase três quilômetros de extensão e o espaço aéreo relativamente calmo oferecem muito espaço para testar com segurança as inovações na prática em um estágio inicial.

Em parte por facilitar testes como os realizados pelo NLR, o Aeroporto de Twente pode se transformar em um berçário e campo de testes para a sustentabilidade necessária à aviação.

Informações do Aeroporto de Twente e do NLR

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Primeiros testes de voo com combustível SAF nos 2 motores mostram...

0
A Airbus anuncia hoje que as descobertas do estudo pioneiro mundial forneceram resultados iniciais promissores.