Após trem de pouso não funcionar, avião Jumbo com 421 pessoas volta à origem

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Jumbo Boeing 747-400 Rossiya
Imagem: IRONHIDE / CC BY-SA

Um avião Jumbo com 421 pessoas a bordo precisou retornar à origem do voo neste sábado, 15 de agosto, depois de seu trem de pouso não funcionar como previsto.

A aeronave envolvida foi o Boeing 747-400 registrado sob a matrícula EI-XLF, operado pela companhia aérea Rossiya. A pane se deu quando ele fazia o voo de número FV-5663, de São Petersburgo, na Rússia, para Antália, na Turquia. Os ocupantes eram 408 passageiros e 13 tripulantes.

Segundo informações do portal The Aviation Herald, o grande Jumbo enfrentou o problema logo depois da decolagem da pista 28L de São Petersburgo, quando seu trem de pouso não se recolheu após o comando dos pilotos.

A tripulação então parou a subida da aeronave na altitude de 9 mil pés (2,7 quilômetros) e fez uma curva à esquerda para retornar ao aeroporto de origem, inciando a descida logo em seguida.

FlightRadar24 Voo 747-400 Rossiya Problema Trem de Pouso
O retorno do Jumbo e sua programação recente de voos – Imagem: FlightRadar24

Após completar o circuito de aproximação, o Boeing 747 pousou em segurança de volta na mesma pista 28L, cerca de 25 minutos depois de ter deixado o solo.

Dados do site de rastreamento FlightRadar24 mostram que o EI-XLF vinha de uma sequência bastante ativa de operações, tendo feito 18 voos nos últimos 7 dias até a ocorrência da falha.

Após o pouso, que se deu às 8h12 da manhã deste sábado (horário de Brasília), a aeronave não mais voltou a decolar até a publicação desta matéria, cerca de 12 horas depois do problema.

A Rossiya escalou outro Jumbo para cumprir a rota, de matrícula EI-XLC, que pousou no destino turco 8 horas após o horário originalmente previsto para a chegada da aeronave que enfrentou a pane.

Além destes dois exemplares, dados do Airfleets mostram que a companhia russa ainda possui mais 7 unidades do 747-400 de passageiros.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Aviação agrícola brasileira poderá ser utilizada em combate a incêndios florestais

0
Projeto de lei já aprovado no Senado, permite o uso de aeronaves da aviação agrícola para combate de grandes incêndios florestais.