Para-brisa de avião da Ryan Air pega fogo em voo e pilotos agem para evitar o pior

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Cockpit de um Saab 340 – Imagem ilustrativa

Um avião turboélice da Ryan Air Services enfrentou uma pane que causou um princípio de incêndio a bordo, levando os pilotos a agirem para evitar que a situação evoluísse para consequências mais graves em pleno voo.

Segundo o sistema de registro de acidentes e incidentes da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA), o fato ocorreu na última quinta-feira, 21 de janeiro, com a aeronave Saab 340A registrada sob a matrícula N907RA.

Avião Saab340 Ryan Air Services
Saab 340 – Imagem: Ryan Air Services

O turboélice bimotor da companhia aérea norte-americana cumpria o voo de carga de número 7S-907, que havia partido do aeroporto de Kodiak para o aeroporto de Anchorage, ambas cidades no estado do Alaska, mas, segundo informações do The Aviation Herald, enfrentou o problema quando estava em aproximação para a pista 07R do destino.

Segundo o registro do incidente na FAA, “O elemento de aquecimento do para-brisa direito da aeronave pegou fogo e um extintor de incêndio foi usado para apagar as chamas”.

Os para-brisas dos aviões possuem sistema de aquecimento para desembaçamento em dias frios de forma semelhante aos automóveis. Assim, um curto-circuito ou qualquer outra pane no sistema de aquecimento pode acabar em chamas, embora seja pouco comum chegar a este ponto.

Tendo apagado o fogo com sucesso, a tripulação continuou para um pouso seguro na pista 07R, segundo o AvHerald, mantendo comunicação de rotina. Dados do FlightRadar24 não permitem notar qualquer variação anormal de altitude ou velocidade, e mostram que o turboélice foi taxiado normalmente até um pátio em frente a um hangar de manutenção da FedEx.

Dados do voo do incidente – Imagem: FlightRadar24

Até a publicação desta matéria neste domingo (24), a aeronave continua em solo em Anchorage.

A Ryan Air Services é uma empresa aérea fundada na década de 1950 e especializada em ligações aéreas de transporte de passageiros e cargas entre cerca de 70 vilas no Alaska, utilizando-se de aviões como o Saab 340, CASA 212-200, Pilatus PC-12, Cessna 207 Skywagon e Cessna 208 Caravan.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Piloto é atingido por laser ao pousar seu avião em Chapecó-SC

0
O empresário, que estava pilotando sua aeronave particular, foi atingido por um raio laser no momento em que se aproximava para pouso.