Para-brisa de avião comercial trinca a 36 mil pés de altura, levando a desvio de rota

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Bombardier CRJ-900 PSA American Airlines
CRJ-900 da PSA Airlines – Imagem: Tweed Mythbusters [CC]

Os pilotos de um voo comercial da American Airlines precisarem desviar sua rota neste domingo, 19 de julho, em decorrência de um problema com um dos para-brisas da aeronave.

A aeronave envolvida no incidente foi o Bombardier CRJ-900 registrado sob a matrícula N586NN, da PSA Airlines, empresa regional que voa em nome da American. Ela cumpria o voo de número AA-5663, que partiu de Charlotte e pousaria em Cedar Rapids, ambas nos Estados Unidos, se o imprevisto em altitude de cruzeiro não tivesse acontecido, conforme reporta o The Aviation Herald.

O CRJ-900 estava pouco à frente da metade do tempo total da operação, no nível de voo FL360 (36 mil pés de altitude, ou 11 quilômetros), quando a tripulação decidiu desviar para Evansville devido ao para-brisa esquerdo ter trincado.

FlightRadar24 Voo CRJ-900 PSA American Para-Brisa Trincado
O CRJ-900 iniciando seu desvio durante o voo – Imagem: FlightRadar24

A aeronave pousou em segurança na pista 22 de Evansville cerca de 20 minutos depois da decisão de desvio.

Um CRJ-900 substituto, de matrícula N569NN, foi deslocado até Evansville para assumir o restante do voo, e chegou a Cedar Rapids com um atraso de cerca de 4 horas. A aeronave de ocorrência ainda está no solo até o momento da publicação desta matéria.

Embora nos casos de para-brisas trincados as aeronaves geralmente pousem em segurança, pois as camadas são projetadas para não estourarem quando danificadas, em algumas situações a situação pode sair do previsto, como no caso em que um piloto quase foi sugado para fora da aeronave (relembre os detalhes clicando aqui).

Assim, normalmente a tripulação opta por alternar para o aeroporto mais próximo e reduzir imediatamente a altitude de voo, diminuindo assim a diferença de pressão entre o interior e o exterior da fuselagem.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Força Aérea lança bonito vídeo neste Dia do Aviador, veja as...

0
O vídeo transmite uma mensagem sobre as conquistas que nasceram do sonho de voar, mostrando a história, trajetória e composição da FAB.