Início Variedades Para reforçar apoio à inclusão das mulheres na aviação, CEO da ALTA...

Para reforçar apoio à inclusão das mulheres na aviação, CEO da ALTA se associa à IAWA

A Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) anuncia que, tendo o compromisso de trabalhar pela diversidade e inclusão na aviação, hoje reforça esta convicção com a afiliação de seu CEO ao grupo de executivos que apoia o trabalho da Associação Internacional de Mulheres na Aviação (IAWA).

José Ricardo Botelho, diretor-executivo e CEO da ALTA, diz estar honrado em fazer parte da IAWA, uma associação com 33 anos de trabalho dedicado a promover as conquistas e o impacto das mulheres na aviação e inspirar jovens profissionais a ingressarem na indústria.

“Estou convencido de que o futuro próximo da aviação é mais diverso e muito mais criativo, eficiente e ágil. A ALTA fortalecerá ainda mais os laços com a IAWA, a fim de continuar desenvolvendo projetos que gerem impacto na aviação latino-americana e caribenha, bem como nos ajudem a atrair mais mulheres para a aviação, desenvolver suas carreiras e alcançar ambientes de trabalho ainda mais inclusivos”, destaca Botelho.

Bobbi Wells, presidente da IAWA, comenta que nunca foi tão importante como hoje a missão de cultivar e promover mulheres líderes nas indústrias aeroespacial e de aviação por meio de uma rede global.

“Através do nosso programa de aliados, estamos construindo um ambiente mais inclusivo. Estamos muito satisfeitos por ter José Ricardo Botelho inspirando outros homens a mostrar seu apoio às mulheres na indústria da aviação.”, disse Wells. “Esta é uma forma importante de promover o equilíbrio de gênero. Receber e promover uma força de trabalho diversificada estimula a produtividade e a inovação, o que é extremamente necessário para nos recuperarmos desta pandemia. Por meio de organizações como a ALTA, estamos criando um legado duradouro para as mulheres.”

Botelho, que ingressou na ALTA em junho de 2020, em meio à crise mais desafiadora do setor aéreo, destaca que este tem sido um ano crítico na transformação da indústria: “Embora tenhamos enfrentado desafios inimagináveis até agora, com um impacto econômico devastador, olho para trás com a certeza de que a pandemia nos deu uma oportunidade valiosa para acelerar o desenvolvimento de nossa indústria.

“A chamada agilidade COVID tem nos permitido avançar com mais rapidez em tarefas complexas durante este tempo e é um aprendizado que permanecerá após a crise. Hoje temos um transporte aéreo muito mais seguro / biosseguro, mais digitalizado, mais ágil e ainda mais focado nas pessoas.

“Em termos de recursos humanos, tivemos a oportunidade de entender melhor as equipes e projetar estratégias que nos permitem continuar oferecendo ambientes de trabalho de alto valor. Esses meses de trabalho remoto nos mostraram mais uma vez que não há distinção na pessoa por gênero, cor, crenças ou preferências, mas sim pessoas comprometidas com suas equipes para estar à frente dos desafios”.

ALTA e IAWA têm um histórico de trabalho conjunto. Dentre as atividades mais recentes, está o apoio financeiro às seis alunas com melhor desempenho acadêmico nas carreiras de Técnico em Engenharia de Manutenção de Aeronaves com especialização em motores e fuselagem, e Técnico em Despacho de Voo na Universidade Tecnológica do Panamá (UTP).

Além disso, há também o trabalho com a SITA na iniciativa “Voando mais Alto”, com o objetivo de proporcionar um espaço de networking, boas práticas e apoio às mulheres em diferentes funções na cadeia de valor do transporte aéreo.

ALTA e IAWA reúnem anualmente os tomadores de decisão do setor na América Latina e no Caribe durante o ALTA Airline Leaders Forum, para compartilhar boas práticas corporativas e propor iniciativas para atrair, reter e promover mais mulheres no setor. Este ano, eles se encontrarão novamente de forma presencial no dia 26 de outubro, em Bogotá, Colômbia. Mais informações em http://www.altaairlineleaders.com/.

Para se tornar um membro IAWA, acesse iawa.org ou entre em contato com info@iawa.org.

Informações da ALTA