Passageiro acende um baseado a bordo e avião tem pouso de emergência nos EUA

Um jato Airbus A321 da American Airlines fez um pouso não programado na sexta-feira (20), depois que um passageiro perturbado ameaçou a segurança dos demais, além de acender um baseado em seu assento.

O voo AA2408 estava indo de Phoenix para Minneapolis, e transcorria normalmente até que um passageiro começou a importunar os demais, inclusive dizendo que havia usado cocaína antes do voo. Os passageiros estavam um pouco assustados por que ele correu para a parte de trás do avião e se trancou no banheiro.

Em certo momento, o piloto informou pelo interfone que eles precisavam fazer um pouso de emergência em Denver, por causa de “um problema de segurança”. Nesse momento, os comissários de bordo estavam preocupados à porta do banheiro, ainda tentando convencer o sujeito a sair, sem sucesso.

Baseado AA2408 voo emergência
Rota e aeronave do voo

O sujeito então sai do banheiro

O sujeito ficou no banheiro por mais de 10 minutos. Saiu e ficou do lado de fora até próximo do horário do pouso de emergência em Denver. Quando faltavam cinco minutos, ele retornou ao seu lugar, nitidamente nervoso, e puxou um isqueiro para acender um baseado que tirara do bolso. Mais confusão a bordo até o avião parar completamente e os policiais e paramédicos entraram a bordo.

É aí que o vídeo acima começa. Você vê o cara começar a fumar e o piloto pede no interfone para que os passageiros nas primeiras filas saiam do avião, a fim de que ele seja removido. Enquanto desembarcam, o cara dá um soco em um dos passageiros.

Algemado, ele ameaça os policiais

Policiais e paramédicos removem o homem já algemado e o colocam em uma maca. Você o ouve gritar que as algemas o estavam machucando e ele exige ser libertado, gritando: “Tire isso, está doendo. Eu vou te matar!”

Cerca de duas horas depois, o avião estava de volta ao ar, a caminho de Minneapolis. A polícia de Denver disse que o homem deste vídeo não foi preso, mas encaminhado a um hospital após detectarem que problema era mais médico do que qualquer outra coisa. A boa notícia é que não houve relatos de feridos entre os passageiros, nem o que levou o soco.

A American Airlines confirmou todo o incidente e agradeceu aos membros da tripulação por cuidar de seus passageiros durante o caos.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.