Passageiro cobra empresa aérea após perda de seu gato na viagem

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Imagem: BriYYZ / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

A companhia aérea Air Canada está à caça de um gato com destino à cidade de Winnipeg, que desapareceu em uma área de carga em Toronto durante um voo de conexão.

O dono do pet, Riley McCann, disse à CBC que, depois de viver em Montreal por cinco anos, embarcou no voo da Air Canada em 16 de janeiro para se mudar de volta para sua cidade natal, Winnipeg, com seus dois gatos.

Ele conseguiu levar um deles, a mãe chamada Vida, na cabine de passageiros e pagou US$ 105 para levar o outro felino, filhote dela, um gato malhado de três anos chamado Dewy, que foi despachado para a área de carga da Air Canada.

Dewy desapareceu durante a escala em Toronto, disse ele. “O funcionário encarregado de retirá-lo do avião deixou a caixa de transporte no chão, virou-se por um momento e, quando olhou para trás, meu gato havia sumido”, disse McCann na semana passada.

Ele disse à agência de notícias que não tinha permissão para procurar o animal no depósito por questões de segurança. “Implorei e implorei que me deixassem entrar naquela sala, chamá-lo e tentar encontrá-lo eu mesmo, mas me disseram que era impossível, e agora descobri que era muito possível”.

Isso porque a Air Canada mais tarde se ofereceu para levá-lo de volta a Toronto para ajudar na procura de Dewy. McCann achou a atitude um absurdo por conta da Covid.

“No momento, estou no sétimo dia de um isolamento de 14 dias, evitando viajar”, ​​disse ele no final da semana passada“Fiquei chocado. Estamos em uma pandemia e, de repente, posso voltar em um voo para Toronto? Parece um desprezo pela minha saúde e pela saúde de seus funcionários.”

A Autoridade de Aeroportos de Toronto (GTAA) disse na segunda-feira que está ciente da história de Dewy e que aprecia a preocupação do público.

“As companhias aéreas e seus carregadores de bagagem são responsáveis ​​por todas as malas e cargas despachadas em seus voos, o que inclui animais de estimação no transporte”, disse o porta-voz do GTAA, Robin Smith. “Estamos apoiando a companhia aérea em seus esforços para encontrar Dewy e reuni-lo com seu proprietário o mais rápido possível.”

O porta-voz da Air Canada, Peter Fitzpatrick, disse que a companhia aérea tem se mantido em comunicação frequente com o cliente e continua sua busca pelo gato, inclusive usando especialistas externos para ajudar.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

China Eastern fecha primeiro pedido formal do Comac C919, o ‘A320ceo...

0
A China Eastern Airlines, o cliente lançador do jato COMAC C919, assinou um pedido firme com a fabricante de aeronaves estatal na segunda