Início Variedades Passageiro pode pegar 20 anos de prisão por agarrar comissária durante um...

Passageiro pode pegar 20 anos de prisão por agarrar comissária durante um voo

American Eagle
Embraer ERJ175 da American Eagle – Imagem: Venkat Mangudi, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

Um passageiro que desobedeceu às ordens de uma comissária de bordo e, ainda a abusou sexualmente, pode passar longos anos na prisão, além de pagar uma pesada multa de US$ 250.000 (cerca de R$ 1,3 milhão).

O homem, identificado como Leon Anderson, de 40 anos de idade, confessou o crime, que ocorreu no dia 11 de fevereiro de 2020, durante um voo da PSA Airilnes, empresa regional que voa sob a marca da American Eagle, subsidiária da American Airlines.

Segundo informa o Departamento de Justiça dos EUA, o homem que pode pegar até 20 anos de prisão e que estava no voo que iria de Charlotte, Carolina do Norte, para Little Rock, Arkansas, começou com as atitudes ainda antes da decolagem, quando assustou a comissária de bordo ao agarrar uma de suas pernas, enquanto ela transitava pelo corredor.

Mesmo se desculpando pelo susto e colocando uma mão na cintura e outra no ombro da tripulante, ao longo do voo, o homem inconveniente continuou com suas atitudes importunas, além de fazer “comentários sexuais inapropriados”, citam os promotores do caso.

Já em voo, após agarrar a comissária duas vezes de forma sexualmente abusiva, a profissional reportou o caso para o comandante do voo que informou às autoridades para receber o passageiro na chegada no destino.

De acordo com dados de uma pesquisa realizada em 2018, boa parte dos comissários de bordo dizem ter sofrido algum tipo de abuso sexual durante sua jornada de trabalho, mas apenas uma pequena parcela reportou isso à companhia aérea.

Leia mais:

Sair da versão mobile