Início Regulamentação Passageiros sem máscaras e que perturbam voos levam multas nos EUA

Passageiros sem máscaras e que perturbam voos levam multas nos EUA

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Passageiros

A Federal Aviation Administration (FAA), do Departamento de Transportes dos Estados Unidos, colocou multas de US$ 15.000 e US$ 7.500, respectivamente, contra dois passageiros de companhias aéreas por agredirem comissários de bordo que os instruíram a usar coberturas faciais.

Segundo a nota para a imprensa, em agosto de 2020, um passageiro de um voo da Allegiant Air, de Clearwater para Mascoutah, gritou várias vezes obscenidades pegou o telefone da cabine enquanto o comissário falava por ele com o comandante sobre o comportamento do passageiro. Havia uma disputa relacionada à cobertura facial e, como resultado das ações do passageiro, o piloto desviou o voo. A FAA propôs uma multa de US$ 15.000 contra esse passageiro.

Também em agosto de 2020, um passageiro em um voo da SkyWest Airlines de Atlanta para Chicago, removeu a cobertura do rosto, incomodou continuamente os outros passageiros e, em um ponto, agarrou a nádega de uma comissária enquanto ela passava pelo passageiro, alega a FAA, que propõe uma multa de $ 7.500 contra este.

Embora o não uso de uma cobertura facial não seja em si uma violação federal, a lei proíbe agredir fisicamente ou ameaçar a tripulação da aeronave ou qualquer outra pessoa na aeronave. 

Os passageiros estão sujeitos a penalidades civis por tal má conduta, que pode ameaçar a segurança do voo ao interromper ou distrair a tripulação de cabine de suas tarefas de segurança. Além disso, a lei federal prevê multas e prisão dos passageiros que interferem com o desempenho de um membro da tripulação.

Ambos os passageiros têm 30 dias após o recebimento da carta de execução da FAA para responder à agência. A FAA não identifica indivíduos contra os quais propõe penalidades civis, entretanto certamente eles devem ter sido objeto de matérias por parte da imprensa americana, que tem coberto eventos como esses com rigor.