Passaredo recebe mais um ATR-72 na frota, que voou em Myanmar

A Passaredo Linhas Aéreas em consonância com seu plano de expansão após a compra da MAP e entrada em Congonhas, recebe mais um turboélice.

ATR Passaredo
ATR que irá para Passaredo em Toulouse antes de seguir para o Brasil

A aeronave é mais um ATR, desta vez um 72-600, modelo que a empresa não operava já faz um tempo, considerando que hoje só conta com o ATR-72-500. A maior diferença entre os modelos está na cabine: enquanto o -500 possui um cockpit analógico similar ao 72-200, o -600 possui telas de LCD em um cockpit digital.

Com este avião a empresa chegará a seis ATR em sua frota, além dos seis da MAP. A aeronave que chegou hoje estava estocada no Aeroporto de Francazal em Toulouse, no sul da França, mesma cidade do seu aeroporto natal: Blagnac, onde fica a fábrica da ATR e da Airbus.

O avião é novo, fabricado em 2013

O turboélice teve como seu último dono a FMI Air de Myanmar, que durou sete anos e fechou as portas no ano passado após problemas financeiros. Desde então o avião retornou ao seu dono (lessor) que é a financeira GECAS da General Eletric.

Avião nas cores da FlyMe antes da entrega em 2013

O avião também passou pela FlyMe (VillaAir) das Maldivas, que recebeu a aeronave nova em 2013, e sua última matrícula foi EI-FSO, da Irlanda, dado ao local onde está seu lessor. Não está definida ainda sua matrícula na Passaredo. Para chegar ao Brasil, ele fez a travessia do Atlântico passando pela Ilhas Canárias, Ilha do Sal, Natal até chegar em Confins na noite de ontem (1) para nacionalização.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos