Com peças de um B747-200 do deserto, Qantas recria memórias da década de 1970

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Boeing 747-200 Qantas
Boeing 747-200 da Qantas – Imagem: Dean Faulkner / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Uma réplica do icônico lounge dos anos 1970 a bordo da Primeira Classe dos Boeings 747-200 da empresa aérea australiana Qantas foi revelada como a mais nova instalação no Qantas Founders Museum, em Longreach, Austrália.

A réplica personalizada foi construída como um cenário para o vídeo de segurança do Centenário da companhia aérea e foi recentemente oferecida pela Qantas em um empréstimo de longo prazo ao Museu dos Fundadores.

A réplica criada – Imagem: Qantas

Ela será exibida no principal salão de exposições do Museu, ao lado do uniforme original da Qantas dos anos 1970 de Emilio Pucci e produtos da época a bordo, incluindo cardápios, talheres e pratos.

A Qantas recebeu sua primeira aeronave B747-200 em 1971, apresentando um lounge (salão) de cabine superior com tema náutico para clientes da Primeira Classe, que era acessado por escadas em espiral.

Imagem: Qantas

Imagem: Qantas

O lounge tinha espaço para 15 passageiros, um bar de coquetéis e assentos que giravam 360 graus. Foi considerado revolucionário na época e fez parte de uma nova era em viagens trazida pelo Jumbo Boeing 747.

A réplica do lounge foi construída em escala usando painéis de parede originais da aeronave, retirados de um 747-200 da Qantas aposentado no deserto de Mojave. Apresenta tecidos e cores vivas da década recriados meticulosamente para combinar com os originais.

Imagem: Qantas

Imagem: Qantas

O lounge do andar superior foi substituído em 1979, quando a Qantas se tornou a primeira companhia aérea a introduzir a Classe Executiva em sua frota de 747. A versão 747-200 ainda permaneceria voando na empresa até 2003.

Relembre a seguir o vídeo de segurança do Centenário da Qantas, em que a companhia utilizou a réplica do lounge:

Revelando o lounge retrô em um evento comemorativo em Longreach, o CEO do Qantas Group, Alan Joyce, disse que a companhia nacional ficou encantada em compartilhar uma parte importante dos cem anos de história da Qantas com o Museu dos Fundadores da Qantas.

“O Boeing 747 revolucionou as viagens internacionais e a Rainha dos Céus foi uma aeronave muito querida que levou milhões de australianos em sua primeira aventura no exterior”, disse Joyce.

O lounge do andar superior era um retiro exclusivo para passageiros que viajavam na primeira classe, onde podiam desfrutar de uma ou duas bebidas, fumar, comer coquetéis de camarão e socializar em grande estilo.

A exibição retro lounge complementará a aeronave 747 da Qantas em exibição no parque aéreo do Qantas Founders Museum e oferecerá aos visitantes uma visão realista de um momento único na história da aviação.

O CEO do Qantas Founders Museum, Tony Martin, disse: “Estamos entusiasmados por poder apresentar esta nova exposição dentro do Museu, que será capaz de levar os entusiastas da aviação e das viagens a um passeio pela estrada da memória para as gerações vindouras.”

A Qantas doou fundos arrecadados com os voos especiais de aposentadoria do 747 em 2020 para ajudar a cobrir os custos de instalação.

O Qantas Founders Museum está hospedando um programa de eventos durante o ano do Centenário da companhia aérea. Para obter mais informações, visite o site do Qantas Founders Museum.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Jundiaí reduz o imposto da aviação executiva para impulsionar negócios locais

0
O imposto para a aviação executiva para a mesma área variava, antes, de 2% para poucos serviços e de 3% a 5% para os demais.