Pedaço da hélice atinge a fuselagem após ATR 42 batê-la no chão ao pousar

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um incidente com um turboélice ATR 42 terminou com dados à fuselagem e a uma de suas hélices depois que esta atingiu o solo durante o pouso do avião.

A ocorrência reportada pelo The Aviation Herald (AvHerald) e pela mídia local (conforme o vídeo acima) aconteceu na última sexta-feira, 23 de outubro, com o ATR 42-600 de matrícula JA07JC, operado pela JAC – Japan Air Commuter, subsidiária regional da JAL – Japan Airlines.

O turboélice cumpria o voo de número 3X-3785, que partiu de Kagoshima para Kikaigashima, ambas no Japão, com 11 pessoas a bordo, mas sua hélice direita atingiu o solo da pista 07 do destino quando efetuava o procedimento de pouso.

As imagens do incidente mostram que houve danos a uma das pontas das pás da hélice, que acabou por arremessar um detrito com alta energia em direção à fuselagem, causando um amassamento nesta. A aeronave seguiu taxiando sem mais incidentes e se deslocou até o pátio.

Incidente hélice ATR 42 JAC Impacto Solo

Incidente hélice ATR 42 JAC Impacto Solo

Informações meteorológicas (METAR) dos horários próximos ao da ocorrência, obtidas e publicadas pelo AvHerald, indicam rajadas de vento de até 29 nós (53,7 km/h) incidindo pelo rumo 330º, ou seja, praticamente de través (lateral) com a pista 07 do pouso, o que pode ter gerado instabilidade ao ATR naquele momento.

Segundo dados do FlightRadar24, a aeronave permanece em solo até a publicação desta matéria, e assim deve continuar até que tenha seu conjunto de motor e hélice substituído, pois a situação de impacto de hélice contra o solo, o chamado “propeller strike”, leva à necessidade de detalhadas inspeções internas do motor.

Incidentes de propeller strike são bastante improváveis com os aviões ATR, pois suas asas na parte superior da fuselagem fazem com que as hélices fiquem relativamente distantes do chão. Porém, em raras ocasiões em que o desnível horizontal da aeronave se acentua demais por algum fator, como condições meteorológicas adversas, o impacto pode ocorrer.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias