Pequim terá um aeroporto gigante em forma de estrela do mar

Beijing Daxing Airport

Ao custo impressionante de US$ 17,5 bilhões, o novo aeroporto de Pequim está pronto para sua abertura, em setembro de 2019. A estrutura tem um formato que lembra uma enorme estrela do mar brilhante e capacidade para 72 milhões de passageiros.

A grandiosa obra de engenharia será inaugurada em 30 de setembro, véspera do aniversário da fundação da República Popular, em 1 de outubro de 1949, por Mao Zedong. A data também marca os 70 anos do Partido Comunista no Poder.

O evento contará com a presença do presidente Xi Jinping e uma enorme parada militar no centro de Pequim, e tentará personificar o “sonho chinês”, oferecido aos seus concidadãos.

Localizado a 46 quilômetros ao sul do centro da capital, o novo aeroporto operará a plena capacidade em 2025, com quatro pistas e com potencial para receber 72 milhões de passageiros por ano.

Até 2040, espera-se que o complexo tenha sido expandido para oito pistas, incluindo uma para uso militar, e será capaz de receber 100 milhões de passageiros por ano – o que o tornará o maior terminal único do mundo em termos de capacidade de viagem, segundo seus projetistas. O aeroporto de Atlanta, nos Estados Unidos, pode receber atualmente mais de cem milhões de passageiros, mas em dois terminais.

O atual Aeroporto Internacional de Pequim, o segundo maior do mundo, já consegue mais dar conta do fluxo de pouco mais de 100 milhões de passageiros por ano.

Beijing Daxing Airport

O transporte aéreo está crescendo na China à medida que os padrões de vida aumentam junto com o desejo das pessoas de viajar. O país verá 1,6 bilhão de viagens de avião a cada ano a partir de 2037 – um bilhão a mais que em 2017. Da mesma forma, a capital da China espera receber 170 milhões de passageiros em 2025, divididos entre os dois aeroportos.

O edifício foi projetado pela arquiteta anglo-iraquiana Zaha Hadid, que morreu em 2016, em conjunto com a subsidiária de engenharia da Aeropórts de Paris. No interior, o terminal destaca-se por suas linhas curvas e fluidas e uso de luz natural que chega aos níveis mais baixos do edifício através de aberturas no teto. Embaixo do terminal há uma estação de trem e uma linha de metrô que permitirão aos viajantes chegar ao centro da cidade em 20 minutos. O projeto custou (US$ 17,5 bilhões).

O canal de televisão estatal CCTV informou que a aliança SkyTeam, que inclui a Delta Air France e a KLM, migrará para o novo aeroporto juntamente com sua parceira Eastern Airlines e China Southern Airlines a partir da estreia. A terceira maior companhia aérea chinesa, a Air China, deverá continuar voando a maior parte de seus vôos do Aeroporto Internacional de Pequim.

Beijing Daxing Airport

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.