Início Empresas Aéreas Piloto da Azul retorna para buscar senhora que havia perdido o voo

Piloto da Azul retorna para buscar senhora que havia perdido o voo

Uma interessante e bonita atitude foi colocada em prática por colaboradores da Azul Linhas Aéreas em uma situação em que tal ato se fazia necessário em prol de um atendimento ainda mais humanizado a um passageiro.

Avião ATR 72-600 Azul
ATR 72-600 da Azul Linhas Aéreas

Segundo e-mail enviado pelo Presidente da empresa aérea, John Rodgerson, aos Tripulantes (designação da Azul para todos os seus funcionários, do ar ou de solo), e compartilhado com o AEROIN por diversos deles, no último dia 23 de outubro, coincidentemente o Dia do Aviador, um caso muito especial aconteceu em Governador Valadares.

Segundo John, quem já voou para o aeroporto de Governador sabe que a pontualidade dessa operação é essencial para que as conexões no aeroporto de Confins, na Grande Belo Horizonte, sejam realizadas e os passageiros consigam embarcar para suas próximas etapas.

Sabendo disso, o comandante Julio Grizze e o copiloto André Christofoli, junto com as comissárias Olivia e Carla, além do time de solo, começaram o embarque de forma antecipada para evitar atrasos e perceberam que havia um “no show”, ou seja, um passageiro que comprou a passagem aérea, mas não compareceu até o horário do embarque.

Os pilotos fizeram a alteração necessária relacionada à pessoa a menos a bordo, e seguiram com os checks da aeronave. Após a liberação, iniciaram o taxiamento para a pista de decolagem.

Quando já estavam posicionados para a decolagem, a estação de rádio do aeroporto chamou os pilotos e disse que a equipe da base da Azul precisa falar com eles. O comandante atendeu ao chamado e, enquanto conversava com o agente da base, percebeu que a voz dele estava diferente do habitual e o pedido também.

O agente estava consultando a tripulação para saber se poderiam realizar o retorno da aeronave para que a passageira que há pouco tinha sido anotada como “no show” embarcasse. Isso porque a senhora, que chorava muito, estava com sua mãe na UTI e precisava chegar em Confis para poder cuidar dela.

Segundo relata o John no e-mail, mesmo sabendo dos possíveis impactos que isso poderia gerar para os demais Clientes da Azul, o comandante Julio Grizze percebeu que poderia atender a esse pedido tão importante.

Enquanto fazia o retorno para o embarque da última passageira, ele anunciou pelo sistema de áudio da aeronave que estavam voltando para ajudar uma pessoa com um caso grave de doença na família. Assim que terminou sua fala, os aplausos dos demais passageiros tomaram conta da aeronave turboélice ATR.

De volta ao portão de embarque, a senhora foi recebida pelas comissárias, que buscaram acalmá-la, e o voo de Governador Valadares até Confins correu bem. Mesmo com o retorno, a aeronave pousou com tempo suficiente para que todas as conexões fossem atendidas.

Mais uma vez, enquanto se dirigiam ao pátio do aeroporto de destino, o comandante agradeceu aos passageiros pela compreensão e generosidade, e novamente, do cockpit, ele pôde ouvir as palmas da cabine de passageiros.

John encerra o e-mail dizendo: “Comandante Julio e toda a tripulação do voo, e também time de solo de Governador, que linda atitude e demonstração de consideração com a nossa Cliente! Vocês souberam muito bem trabalhar em equipe para mostrar que o que realmente importa para nós da Azul é cuidar das pessoas, sejam elas Tripulantes ou nossos Clientes.”

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.